Lago de Echternach, no Luxemburgo - FOTO © www.mullerthal.lu/

Mais de 3.000 peixes já apareceram misteriosamente mortos no Lago de Echternach, no Luxemburgo, desde o passado mês de março, avança hoje a imprensa luxemburguesa.

Segundo a RTL, desde março já foram retiradas da água cerca de “22 toneladas de carpas prateadas” mortas.

A autarquia local pediu ajuda à Administração da Água e à Inspecção Veterinária, para identificar as causas do problemas, que permanecem desconhecidas.

A RTL revela ainda que “as análises à água e as autópsias realizadas às carpas pela Administração da Água do Luxemburgo e pela Inspecção Veterinária não conseguem identificar as causas da morte de mais de três toneladas deste peixe num curto espaço de tempo“.

Carole Molitor, da Administração da Água do Luxemburgo, disse à RTL: “Nenhuma intervenção ambiental nociva foi detectada na água (…) nem as autópsias aos peixes encontraram vestígios de vírus ou bactérias que expliquem as mortes”.

As carpas podem estar a ser vítimas de uma combinação de vários factores como, por exemplo, os longos períodos de seca e as temperaturas mais quentes no país, entre outros.

A administração responsável pela análise da qualidade da água do lago confirma que as “amostras colhidas são boas”, não representando perigo para os banhistas que costumam procurar aquele lago nos dias mais quentes.

ND // ND

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade