Foram contabilizados até ao momento 31 casos de varíola dos macacos, a Monkeypox, no Luxemburgo, revelou o Ministério da Saúde no mais recente balanço semanal.

“Até 3 de agosto de 2022 inclusive, 31 casos de varíola dos macacos foram detectados no Luxemburgo, o que representa um aumento de 8 casos em relação à semana passada. Até agora, todos os casos detectados são de homens com idade média de 38 anos. Nenhum caso foi hospitalizado”, revelou a tutela em comunicado.

As autoridades de Saúde do Luxemburgo sublinham a importância de protecção contra o vírus, bem como para limitar a sua propagação.

Entre as medidas de protecção, deve-se proteger-se em caso de contacto sexual, evitar partilhar roupas de cama e toalhas com pessoas infectadas ou que estiveram em contacto com pessoas infectadas. A OMS também recomenda reduzir temporariamente o número de parceiros sexuais para limitar o risco de exposição“, refere o Ministério da Saúde luxemburguês.

Até 2 de agosto de 2022, um total de 15.926 casos de infecção associado à varíola dos macacos foram identificados em 38 países e áreas da região europeia, de acordo com o Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC).

 

ND // ND

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade
Publicidade