O salário mínimo social no Luxemburgo aumentou 55 euros por mês, de acordo com dados revelados hoje pelo Ministério da Segurança Social, aplicáveis a partir de 01 de outubro de 2021.

Os ordenados e os salários aumentaram 2,5% no início do mês. A indexação salarial face à inflação, vulgarmente conhecida como ‘index’, acontece perante o aumento dos preços registados no país nos últimos meses, especialmente nos combustíveis.

De acordo com os novos parâmetros sociais, o salário mínimo social (não qualificado) passa de 2.201,93 euros para 2.256,95 euros brutos, ou seja, regista um aumento de 55,02 euros.

Já o salário mínimo qualificado sobe de 2.642,32 euros para 2.708,35 euros brutos, um aumento de 66,03 euros.

O valor das reformas também aumentou. A pensão individual mínima passa de 1.908,43 euros para 1.956,12 euros (+47,69 euros). O valor máximo da pensão pessoal aumenta de 8.835,33 euros para 9.056,11 euros (+220,78 euros).

O valor base por adulto do subsídio de inclusão (Revis) passa de 772,49 euros para 791,90 euros (+19,41 euros) e o valor por criança aumenta 6 euros (para 245,82 euros).

O valor mensal do Revis para uma pessoa singular é de 1.582,30 euros, enquanto para um agregado familiar de duas pessoas aumenta para 2.373,58 euros. Por adulto suplementar o agregado familiar receberá mais 452,80 euros e por cada criança mais 143,92 euros.

ND // ND

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade