Mahle-Behr Luxemburgo – FOTO DR

Foi finalmente encontrado um plano social para os 79 trabalhadores do grupo alemão  que vai fechar as suas instalações em Foetz, no Luxemburgo.

Os sindicatos (OGBL e LCGB) dizem que foram 15 dias consecutivos de negociações “intensas e árduas”, mas que finalmente o grupo alemão Mahle-Behr chegou a acordo com os sindicatos para a realização do plano social de 79 pessoas.

Alguns dos trabalhadores vão beneficiar de medidas sociais (reformas ou pré-reforma), mas outros vão receber propostas para trabalhar em outras fábricas do grupo na Alemanha ou Espanha.

O grupo alemão Mahle/Mahle-Behr, empresa especializada no fabrico de peças sobresselentes para a indústria automóvel, deverá fechar as suas instalações em Foetz, no Luxemburgo, até 2021, lançando para o desemprego 80 trabalhadores.

Já em 2018, a empresa tinha dispensado 63 trabalhadores devido a um plano de reestruturação, que lançou para o desemprego dois terços do pessoal da empresa no Luxemburgo.

Publicidade