Embaixada e Consulado de Portugal no Luxemburgo – FOTO: PAULO DÂMASO/LUX24

A Embaixada de Portugal no Luxemburgo vai retomar o atendimento presencial a pensionistas com pedidos em atraso, já a partir de 15 de Junho, informou hoje a representação diplomática portuguesa no Grão-Ducado.

De acordo com o Embaixador de Portugal no Luxemburgo, António Gamito, a Embaixada portuguesa “está em condições de iniciar a partir de 15 de Junho o atendimento presencial”.

No quadro do desconfinamento gradual e progressivo do Luxemburgo e considerando a necessidade de se recuperar o atraso no cumprimento do cronograma de actividades elaborado pela Segurança Social Portuguesa, cuja execução foi prejudicada pelo Covid-19, apesar da presença nesta Embaixada, desde 2 de Março passado da Adida da Segurança Social, Dr.ª Susana Rosa, esta Embaixada está em condições de iniciar a partir de 15 de Junho o atendimento presencial“, refere um comunicado da Embaixada, assinado por António Gamito.

Assim, e para o efeito, os interessados poderão começar a recorrer desde já ao email institucional pensoes.luxemburgo@mne.pt, indicando os seus dados pessoais e meio de contacto, assim como o objectivo do pedido para obter informações ou marcar reuniões presenciais.

No passado dia 02 de março chegou ao Luxemburgo uma adida técnica da Segurança Social portuguesa com o objectivo principal de ajudar a resolver os processos pendentes de pensões em atraso dos imigrantes portugueses no Grão-Ducado.

O Embaixador de Portugal no Luxemburgo, António Gamito, e a Secretária de Estado das Comunidades Portuguesas, Berta Nunes, 08.12.2019 – FOTO: Paulo Dâmaso / LUX24

Com os esforços de diversas entidades a situação dos atrasos das pensões de imigrantes portugueses tem vindo a diminuir e, para isso, muito contribuíram as duas Permanências Sociais, organizadas no Luxemburgo com representantes de elementos da Segurança Social dos dois país.

Recorde-se que há cerca de ano e meio eram mais de 1.700 processos em atraso de imigrantes portugueses à espera de documentos da Segurança Social portuguesa necessários, na maioria, para obter pensões, abonos de família e subsídios de desemprego, ou outros casos.

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões ou sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade

Todas as notícias e conteúdos no LUX24 são e continuarão a ser disponibilizadas gratuitamente, mas nunca como agora precisamos da sua ajuda para continuar a prestar o nosso serviço público.

Somos uma asbl – associação sem fins lucrativos – e não temos qualquer apoio estatal ou institucional, apesar do serviço público que diariamente fazemos em prol da comunidade portuguesa e lusófona residente no Luxemburgo, e já sentimos o efeito da redução da publicidade, que nos garante a manutenção do nosso jornal online.

A imprensa livre não existe nem sobrevive, sem o suporte activo dos seus leitores – sobretudo em épocas como esta, quando as receitas de publicidade se reduziram abruptamente, e nós continuamos a trabalhar a 100%.

Só lhe pedimos que esteja connosco nesta hora e nos possa ajudar com o seu donativo, seja ele de que valor for. Prometemos que continuaremos a ser a sua companhia de todas as horas.

Pode fazer o seu donativo por transferência bancária para a conta do LUX24:
IBAN: LU790250045896982000
Código BIC: BMECLULL

LUX24 asbl
#VaiFicarTudoBem

Publicidade