Padre Belmiro Narino. FOTO: Anouk Antony/Wort/Todos os direitos reservados

 

Foi provavelmente um dos portugueses mais influentes e destacados no Luxemburgo.

O Padre Belmiro Narino morreu há precisamente dois anos, na madrugada de 11 de Janeiro de 2017, aos 86 anos, vítima de doença prolongada.

Natural do Fundão, estudou na Guarda e depois licenciou-se em Filosofia pela Universidade de Roma.

Foi professor de filosofia no grande seminário. Adepto da liberdade e das encíclicas sociais de João XXIII, o seu ensino foi repudiado nos meados dos anos 1960 pelos bispos portugueses que apoiavam a ditadura do Estado Novo.

Fugiu para a Inglaterra, antes de entrar clandestinamente em Portugal e obter, entre 1965 e 1977, o asilo político na embaixada de França, em Lisboa.

Desiludido com a democracia instaurada pelo Movimento das Forças Armadas (MFA) em 1974, acompanhou a grande vaga de emigração portuguesa para o Luxemburgo na década de 70.

 

Padre Belmiro Narino. Foto: Bom Dia / Todos os direitos reservados

 

O padre Belmiro começou como capelão da comunidade portuguesa em 1977 e desde aí investiu-se em favor dessa comunidade. Foi Sacerdote a partir de 1978 e chefe da Missão Católica Portuguesa do Luxemburgo.

Desde 1978 foi colaborador e editorialista do jornal Contacto, criou o grupo de Escuteiros de Santo Afonso (escuteiros portugueses no Luxemburgo).

Belmiro Narino foi o principal arquitecto da fundação da Santa Casa da Misericórdia do Luxemburgo, em 1996, instituição da qual era provedor à data do seu falecimento.

O padre Belmiro Narino foi distinguido em várias ocasiões, nomeadamente pelo Governo luxemburguês, com a Ordem do Mérito em 2003 e pela República Portuguesa, com o grau de Comendador e Grão-Oficial da Ordem do Mérito.

Foi sepultado na sua terra natal, Souto da Casa (concelho do Fundão), na presença do bispo da Guarda, Manuel da Rocha Felício, e do padre Melícias, amigo de longa data.

Belmiro Narino partiu há três anos. 1930-2017

Paulo Dâmaso/LUX24

(Texto original escrito em 2019)

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões ou sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade

Todas as notícias e conteúdos no LUX24 são e continuarão a ser disponibilizadas gratuitamente, mas nunca como agora precisamos da sua ajuda para continuar a prestar o nosso serviço público.

Somos uma asbl – associação sem fins lucrativos – e não temos qualquer apoio estatal ou institucional, apesar do serviço público que diariamente fazemos em prol da comunidade portuguesa e lusófona residente no Luxemburgo, e já sentimos o efeito da redução da publicidade, que nos garante a manutenção do nosso jornal online.

A imprensa livre não existe nem sobrevive, sem o suporte activo dos seus leitores – sobretudo em épocas como esta, quando as receitas de publicidade se reduziram abruptamente, e nós continuamos a trabalhar a 100%.

Só lhe pedimos que esteja connosco nesta hora e nos possa ajudar com o seu donativo, seja ele de que valor for. Prometemos que continuaremos a ser a sua companhia de todas as horas.

Pode fazer o seu donativo por transferência bancária para a conta do LUX24:
IBAN: LU790250045896982000
Código BIC: BMECLULL

LUX24 asbl
#VaiFicarTudoBem

Publicidade