Cerca de duas dezenas de portugueses do grupo "Miguel Oliveira - Luxemburgo" juntaram-se num almoço convívio, em Dudelange, para apoiar o piloto português no arranque da temporada 2022 de MotoGP, em 06.03.2022 - FOTO © LUX24

Cerca de duas dezenas de portugueses do grupo “Miguel Oliveira – Luxemburgo” juntaram-se hoje (06) num almoço convívio, em Dudelange, no Grão-Ducado, que serviu para “manifestar” apoio ao piloto português Miguel Oliveira, no dia em que arrancou a temporada 2022 de MotoGP, a prova rainha do motociclismo mundial.

O almoço-convívio, no restaurante Le Diplomate, em Dudelange, a mais de 6.200 quilómetros do Circuito Internacional de Losail, em Doha, no Qatar, prolongou-se tarde fora para acompanhar o Grande Prémio do Qatar, primeira prova do mundial.

O convívio assinalou também o arranque da quarta temporada de Miguel Oliveira (KTM) na categoria de MotoGP.

“Foi, sobretudo, para juntar um grupo de amigos que seguem e apoiam o Miguel Oliveira aqui no Luxemburgo. Vai ser um dos campeonatos mais competitivos dos últimos anos, o Miguel Oliveira vai ter uma tarefa difícil, mas acreditamos que se houver um bom trabalho [de equipa] os resultados vão aparecer”, disse, ao LUX24, Albino Martins, um dos fundadores deste grupo de fãs no Luxemburgo.

Ao longo do almoço e durante a tarde, as conversas giraram em torno de Miguel Oliveira, da KTM e da MotoGP, no geral.

Esta pode ser uma época de afirmação para o piloto de Almada.

“O Miguel Oliveira tem nível para estar entre os melhores. O Top10 é uma possibilidade assegurada, se não acontecerem contratempos como lesões, como na última temporada, este ano penso que [Miguel Oliveira] estará a lutar pelos lugares cimeiros”, perspectivou Albino Martins.

As expectativas em torno da temporada estão altas e, para Sérgio Martins, diz que o piloto português pode até “quem sabe, ficar dentro do Top5”, admitiu ao LUX24.

Hoje, Miguel Oliveira – que, precisamente no Qatar, mas em 10 de Março de 2019, escreveu História ao tornar-se o primeiro piloto português a competir no MotoGP – não começou com o “pé direito”, ao abandonar este domingo o Grande Prémio do Qatar de MotoGP, prova de abertura do campeonato mundial de velocidade em motociclismo, na sequência de uma queda.

ND // ND

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco via email para geral@lux24.lu.
Siga o LUX24 nas redes sociais. Use a #LUX24 nas suas publicações.
Faça download gratuito da nossa ‘app’ na Google Play ou na App Store.
Publicidade
Publicidade