Dez empresas do Luxemburgo foram autorizadas pelo Governo a recorrerem ao ‘lay-off’ no mês de setembro, de acordo com o Comité de Conjuntura reunido quarta-feira (29).

No total onze empresas solicitaram esta autorização ao Estado, mas apenas dez viram o seu pedido aceite.

Assim, nestas empresas, de um total de 1.020 pessoas, 567 trabalhadores passarão a trabalhar em horário reduzido.

O Fundo para o Emprego terá uma despesa de 700 mil euros com esta medida.

A próxima reunião do Comité de Conjuntura está marcada para quarta-feira, 26 de setembro de 2018.

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade