O futebolista internacional luxemburguês Daniel da Mota está detido preventivamente na prisão de Schrassig desde o passado dia 16, no âmbito do processo judicial de ‘abus de faiblesse’ (abuso de fraqueza, comparável ao abuso de confiança em Portugal) em que está indiciado.

De acordo com a polícia, o jogador lusodescendente está detido depois de ter sido indiciado na passada quarta-feira (16) pelo Tribunal do Luxemburgo.

O LUX24 sabe, junto de fonte ligada ao processo, que o jogador foi detido porque o Tribunal considerou a possibilidade do perigo de fuga, bem como a eventual perturbação do inquérito.

O futebolista e empresário luso-luxemburguês Daniel da Mota é suspeito de se ter aproveitado da debilidade de uma idosa, de mais de 90 anos de idade, de quem terá recebido, nos últimos três anos, avultadas quantias, via transferências bancárias.

As autoridades realizaram buscas em sua casa e no local de trabalho, tendo sido apreendidos documentos e computadores.

A alegada vítima é uma idosa – dona de uma grande fortuna -, de quem Daniel da Mota cuida e que considera como avó, embora não tenham laços de sangue.

O Código Penal luxemburguês pune o crime de “abuso de fraqueza”, previsto no artigo 493, com “pena de prisão de três meses a três anos e multa de 251 a 50.000 euros”. O crime é definido como “o abuso fraudulento do estado de ignorância ou da situação de fraqueza, quer de um menor, quer de uma pessoa cuja particular vulnerabilidade, por causa da sua idade, doença ou enfermidade, deficiência física ou psíquica, é aparente ou conhecida do seu autor”, de forma “a conduzir” a vítima “a um ato gravemente prejudicial” para si mesma.

 

Quem é Daniel da Mota

 

Daniel da Mota Alves, de 33 anos, é jogador de futebol, internacional luxemburguês.

Nascido no Luxemburgo, filho de pais portugueses, Daniel da Mota adquiriu a nacionalidade luxemburguesa em 2007.

Atualmente joga no Racing, equipa da Liga BGL, o principal campeonato de futebol no Luxemburgo, com quem tem contrato até 2022.

Trabalha ainda numa instituição bancária e, há menos de três anos, abriu uma loja de artigos desportivos e tornou-se sócio de uma agência imobiliária no Luxemburgo.

Foi candidato pelo ADR nas eleições legislativas de 2018.

Pela seleção nacional do Luxemburgo, Daniel da Mota realizou 92 jogos e marcou 7 golos, um deles contra Portugal em julho de 2012, numa derrota dos ‘leões vermelhos’, por 2-1.

No seu curriculum como jogador soma 6 títulos de campeão nacional (todos pelo F91 Dudelange) e 5 taças do Luxemburgo (quatro pelo F91 e uma pelo Racing).

 

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco via email para geral@lux24.lu.
Siga o LUX24 nas redes sociais. Use a #LUX24 nas suas publicações.
Faça download gratuito da nossa ‘app’ na Google Play ou na App Store.
Publicidade
Publicidade