A ministra do Interior do Luxemburgo, Taina Bofferding, 24.03.2020 – SCREENSHOT LUX24

A ministra do Interior, Taina Bofferding, disse esta manhã (24) as comunas do Luxemburgo devem garantir a continuidade de alguns dos seus serviços prioritários à população, mesmo em estado de crise por causa do coronavírus Covid-19.

“Os municípios devem garantir principalmente a segurança e salubridade, gestão do lixo e garantir o cumprimento dos regulamentos policiais municipais”, afirmou Taina Bofferding, em conferência de imprensa, sobre as várias medidas adoptadas no CGDIS (‘Corps grand-ducal d’incendie et de secours’) e nos municípios neste período de crise.

Sobre os serviços municipais, as comunas podem recorrer ao teletrabalho para continuarem a reunir, trabalhar e planificar as medidas necessárias.

A ministra garantiu ainda que o CGDIS continuará a responder a todas as emergências para as quais for solicitado.

“As pessoas envolvidas em acidente obviamente continuarão sendo atendidas (…) Ninguém ficará para trás”, garantiu Taina Bofferding.

A ministra elogiou ainda a solidariedade que se verifica no país, seja com pessoas idosas e vulneráveis que não podem sair ou têm dificuldades neste tempo de crise como entre outras várias situações.

A conferência de imprensa da ministra do Interior Taina Bofferding e de Paul Schroeder, diretor-geral do CGDIS, em francês:

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões ou sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade