A polícia grã-ducal realizou 180 operações de fiscalização e passou 23 multas a estabelecimentos e clientes, na semana de 20 a 26 de julho, no âmbito das medidas de restrição por causa da pandemia do Covid-19, informaram as autoridades.

Em comunicado, a polícia revelou que as acções de fiscalização decorreram de norte a sul do país, sendo que 20 das 23 multas, estavam relacionadas com estabelecimentos do sector Horesca – restaurantes e cafés – em Dudelange, Differdange, Esch-sur-Alzette e cidade do Luxemburgo, por incumprimento das regras de higiene e de horário de encerramento (máximo até à meia-noite).

As autoridades explicaram ainda que as restantes multas foram passadas a pessoas que não usavam máscara (dois casos ) e a uma pessoa por desrespeitar a quarentena e as devidas regras de isolamento.

Recorde-se que, de acordo com a lei em vigor, as multas podem variar entre 4.000 e 8.000 euros para os estabelecimentos que, em caso de reincidência, podem ainda perder a licença de funcionamento por um período de três meses. Também os clientes podem ser autuados em 250 euros.

O desrespeito pelo isolamento ou quarentena poderá ser sancionado com uma multa até 500 euros.

Não usar máscara em transportes públicos ou em locais em que o uso é obrigatório poderá valer uma multa de 145 euros.

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade