A Câmara dos Deputados, o Parlamento do Luxemburgo - FOTO: CHAMBRE DES DÉPUTÉS
A Câmara dos Deputados, o Parlamento do Luxemburgo – FOTO: CHAMBRE DES DÉPUTÉS

O Parlamento do Luxemburgo aprovou hoje (16) uma nova lei ‘Covid’ que limita reuniões/ajuntamentos a um máximo de 20 pessoas, sejam festas privadas, familiares ou outras iniciativas.

A medida – que deverá ser lei a partir de sábado (18) – visa travar o aumento de novos casos de contágio por Covid-19, num momento em que o “disparo” das novas infecções é atribuído a festas privadas, familiares e piqueniques, entre outros.

A nova lei ‘Covid’ foi aprovada pela maioria (31 votos), com votos contra do CSV e ADR e abstenção do Déi Lenk e do Piraten.

A nova lei prevê em particular limitar o número de pessoas em qualquer reunião a um máximo de 20 e a obrigação de usar uma máscara assim que o distanciamento social não possa ser respeitado.

No sector Horesca (hotelaria e restauração), as regras permanecem como até aqui: lugares sentados, 10 pessoas por mesa no máximo a não ser que vivam juntas, usar máscara e encerramento obrigatório à meia-noite).

Uma novidade: Para além dos gerentes dos estabelecimentos, os clientes podem agora ser punidos com uma multa pelo consumo de bebidas em outros lugares que não a mesa.

Com a nova lei ‘Covid’ continua a ser obrigatório usar a máscara de protecção nos transportes públicos e em locais de acolhimento do público (excepto crianças menores de seis anos).

Feiras e mercados não são afectados pela nova lei, assim como cultos religiosos, culturais e desportivos.

A nova lei deverá permanecer em vigor até o final de setembro, mas o Governo não excluí a tomada de medidas mais gravosas se os números de novas infecções não baixarem entretanto.

A medida é vista como uma forma de travar o contágio da pandemia no país depois de o Luxemburgo ter registado mais de 400 novas infecções na última semana.

De acordo com dados oficiais (em língua portuguesa), o Luxemburgo contabilizava até ontem (16) um total de 111 mortes e 5.122 casos de infecção (4214 residentes, 908 não-residentes) por Covid-19, desde que foi conhecido o primeiro caso no país no dia 29 de fevereiro de 2020.

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões ou sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade

Todas as notícias e conteúdos no LUX24 são e continuarão a ser disponibilizadas gratuitamente, mas nunca como agora precisamos da sua ajuda para continuar a prestar o nosso serviço público.

Somos uma asbl – associação sem fins lucrativos – e não temos qualquer apoio estatal ou institucional, apesar do serviço público que diariamente fazemos em prol da comunidade portuguesa e lusófona residente no Luxemburgo, e já sentimos o efeito da redução da publicidade, que nos garante a manutenção do nosso jornal online.

A imprensa livre não existe nem sobrevive, sem o suporte activo dos seus leitores – sobretudo em épocas como esta, quando as receitas de publicidade se reduziram abruptamente, e nós continuamos a trabalhar a 100%.

Só lhe pedimos que esteja connosco nesta hora e nos possa ajudar com o seu donativo, seja ele de que valor for. Prometemos que continuaremos a ser a sua companhia de todas as horas.

Pode fazer o seu donativo por transferência bancária para a conta do LUX24:
IBAN: LU790250045896982000
Código BIC: BMECLULL

LUX24 asbl
#VaiFicarTudoBem

Publicidade