O primeiro-ministro Xavier Bettel em conferência de imprensa, 15.07.2020 – SCREENSHOT LUX24

O primeiro-ministro do Luxemburgo, Xavier Bettel, disse hoje em conferência de imprensa que os números de infectados pelo coronavírus Covid-19 no país “são alarmantes mas não são chocantes”.

A afirmação do líder do governo luxemburguês, numa conferência de imprensa conjunta com a ministra da Saúde, Paulette Lenert, surge numa altura em que o Luxemburgo é actualmente o país da União Europeia com mais novos casos detectados por 100 mil habitantes.

Contudo, Xavier Bettel lembra que o Grão-Ducado é igualmente o país que, percentualmente, realiza mais testes de diagnóstico à sua população no mundo.

“Se testarmos mais, encontraremos mais casos”, enfatizou Xavier Bettel, que confirmou que a realização de testes em larga escala é uma estratégia para continuar.

Aliás, a ministra da Saúde, Paulette Lenert, admitiu mesmo que o país “está orgulhoso” dessa mesma estratégia.

A ministra da Saúde, Paulette Lenert, e o primeiro-ministro Xavier Bettel, em conferência de imprensa, 15.07.2020 – SCREENSHOT LUX24

Certo é que com o “disparo” do número de novos casos, o Luxemburgo entrou na “lista negra” de vários países europeus, sendo assinalado como país de “risco”.

Xavier Bettel anunciou que o Luxemburgo usará canais diplomáticos para explicar a outros países por que os seus números são altos.

“Cada ministro entrará em contacto com seus homólogos de outros países para explicar o porquê destes números. Testamos muito e testar menos não é uma opção”, sublinhou o líder do Executivo luxemburguês, para minimizar a opinião “alarmista” de outros países em relação ao Grão-Ducado.

Xavier Bettel, voltou a reiterar que o Governo vai voltar a aplicar medidas sanitárias mais restritivas para travar o contágio do Covid-19, nomeadamente limitar os ajuntamentos a um máximo de 20 pessoas.

Bettel voltou a apelar à responsabilidade de todos no combate ao Covid-19, com o uso da máscara, a manutenção dos gestos barreira (distanciamento social, o uso da máscara e a desinfecção frequente das mãos).

De acordo com dados oficiais (em língua portuguesa), o Luxemburgo contabiliza até hoje um total de 111 mortes e 5.122 casos de infecção (4214 residentes, 908 não-residentes) por Covid-19, desde que foi conhecido o primeiro caso no país no dia 29 de fevereiro de 2020.

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões ou sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade

Todas as notícias e conteúdos no LUX24 são e continuarão a ser disponibilizadas gratuitamente, mas nunca como agora precisamos da sua ajuda para continuar a prestar o nosso serviço público.

Somos uma asbl – associação sem fins lucrativos – e não temos qualquer apoio estatal ou institucional, apesar do serviço público que diariamente fazemos em prol da comunidade portuguesa e lusófona residente no Luxemburgo, e já sentimos o efeito da redução da publicidade, que nos garante a manutenção do nosso jornal online.

A imprensa livre não existe nem sobrevive, sem o suporte activo dos seus leitores – sobretudo em épocas como esta, quando as receitas de publicidade se reduziram abruptamente, e nós continuamos a trabalhar a 100%.

Só lhe pedimos que esteja connosco nesta hora e nos possa ajudar com o seu donativo, seja ele de que valor for. Prometemos que continuaremos a ser a sua companhia de todas as horas.

Pode fazer o seu donativo por transferência bancária para a conta do LUX24:
IBAN: LU790250045896982000
Código BIC: BMECLULL

LUX24 asbl
#VaiFicarTudoBem

Publicidade