O Ministério da Saúde admitiu, em comunicado, que os dados oficiais sobre a evolução da Covid-19 no Luxemburgo apresentam alguns erros que serão corrigidos o mais rapidamente possível.

Esta reacção surge após o LUX24 ter dado ontem conta do “desaparecimento” de mais de 31 mil testes e 55 infectados em apenas 24 horas dos dados oficiais da tutela.

“Desde o final da publicação dos dados de rastreamento de contatos nos relatórios diários e semanais em 9 de novembro de 2020, as equipas de monitorização têm trabalhado na melhoria e limpeza dos dados recolhidos durante o ano de 2020, de forma a prestar informação de qualidade ao público em geral”, começa por dizer o comunicado do Ministério da Saúde.

“Com o processamento desses dados e o controlo de qualidade realizado, cerca de 1,4% de todos os testes, bem como 0,1% de todas as novas infecções foram revistos em baixo devido à duplicação”, explica ainda a tutela.

Ora, o ministério admite que estas correcções “têm pequenas repercussões nos resultados já publicados”, nomeadamente nas “taxas de positividade ou nas distribuições dos testes por idade e sexo”.

“Os gráficos apresentados em covid19.lu serão actualizados levando em consideração essas retro-correções e os dados corrigidos serão actualizados o mais rápido possível”, remata o comunicado.

ND // ND

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco via email para geral@lux24.lu.
Siga o LUX24 nas redes sociais. Use a #LUX24 nas suas publicações.
Faça download gratuito da nossa ‘app’ na Google Play ou na App Store.
Publicidade
Publicidade