O Comité de Conjuntura do Luxemburgo deu terça-feira (24) ‘luz verde’ ao pedido de 3.809 empresas para usufruírem do desemprego parcial (‘lay-off’) no próximo mês de dezembro, devido à pandemia do coronavírus Covid-19.

No total, 30.244 trabalhadores serão afectados por esta medida excepcional em tempo de pandemia.

No mês de Novembro, 4.172 empresas (contra 2.793 no mês anterior) apresentaram o seu pedido para usufruírem do desemprego parcial no mês de dezembro, beneficiando das disposições especiais vigentes até 31 de dezembro de 2020 por causa da crise causada pela Covid-19.

Ao contrário do que é habitual, o Ministério da Economia não revelou quanto custará o desemprego parcial ao Fundo para o Emprego em dezembro.

Recorde-se que as empresas luxemburguesas que sejam beneficiadas pelo regime de ‘lay-off’ comprometem-se perante o Estado a não despedir os empregados por razões económicas. Em contrapartida, o Estado reembolsa os salários dos trabalhadores em situação de desemprego parcial em 80%.

A próxima reunião do Comité de Conjuntura está agendada para o próximo dia 17 de Dezembro.

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade