O ministro da Economia do Luxemburgo, Franz Fayot - FOTO Twitter
O ministro da Economia do Luxemburgo, Franz Fayot – FOTO Twitter

Os bancos vão conceder cerca de 7.000 moratórias aos proprietários de Pequenas e Medias Empresas (PME) e independentes, no Luxemburgo, por um prazo de seis meses, por causa da crise provocada pelo Covid-19.

A informação foi revelada pelo ministro da Economia, Franz Fayot, na rede social Twitter.

Os bancos já concederam 7.000 moratórias de 6 meses sobre o reembolso de empréstimos comerciais existentes com um valor acumulado superior a 2 mil milhões de euros“, escreveu Franz Fayot.

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco via email para geral@lux24.lu.
Siga o LUX24 nas redes sociais. Use a #LUX24 nas suas publicações.
Faça download gratuito da nossa ‘app’ na Google Play ou na App Store.
Publicidade
Publicidade