A ministra da Saúde, Paulette Lenert, e o primeiro-ministro Xavier Bettel, em conferência de imprensa, 25.03.2020 – SCREENSHOT LUX24

O primeiro-ministro do Luxemburgo, Xavier Bettel, elogiou o esforço da maioria da população do país que está a cumprir o confinamento decretado pelo Estado para travar a propagação do coronavírus Covid-19 no país.

Contudo, “ainda há quem não respeite” esta medida decretada pelo Governo, salvo as excepções conhecidas como para quem tem que ir trabalhar, às farmácias, hospitais ou supermercados. “As saídas essenciais”.

“A palavra de ordem é fiquem em casa, mas há pessoas que não querem entender isso”, lamentou o primeiro-ministro, hoje, em conferência de imprensa.

Bettel revelou que as autoridades policiais estão a realizar cerca de “200 controlos diários” e que diariamente há, em média, cerca de 40 pessoas que recebem multas (‘avertissements taxés’) por não estarem a cumprir as ordens decretadas.

O primeiro-ministro revelou ainda que cerca de uma dezenas de empresas já foram sancionadas e criticou os cafés e/ou pastelarias “que deixam as suas salas de consumo ou terraço abertos aos clientes”.

 

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões ou sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade