A actividade médica não urgente vai ser retomada no Luxemburgo, já a partir da próxima segunda-feira, 04 de Maio, anunciou o Governo, ainda que com algumas restrições.

Em comunicado, o Governo frisou que a retoma da actividade médica diz respeito a todas as categorias de médicos, no sector hospitalar e extra-hospitalar, bem como em certas profissões liberais de saúde, como enfermeiras, parteiras, fisioterapeutas e psicoterapeutas.

Contudo, haverá cuidados e restrições a ter em conta:

– As consultas só serão possíveis mediante marcação por telefone, durante a qual será realizada uma triagem Covid-19 por um administrativo ou profissional de saúde. Em caso de sintomas, o paciente será encaminhado para um centro de cuidados avançados ou para um serviço de urgência;

– O recurso à teleconsulta deverá ser privilegiado se o estado de saúde do paciente o permitir;

– Serão tomadas medidas de protecção na recepção do paciente e na sala de espera;

– As consultas serão agendadas de modo a garantir uma distância de dois metros entre os pacientes presentes na sala de espera.

– Ao entrar na sala de espera, o paciente deverá ter desinfectado as mãos e usar máscara.

Ainda de acordo com o comunicado do Governo, os Centros de Cuidados Avançados serão mantidos, com excepção do canal previsto para os pacientes não-Covid-19, que será assumido pelos consultórios médicos a partir de 04 de Maio, sendo que os horários das marcações disponíveis serão apenas entre as 10:00 e as 18:00.

– Da mesma forma, o serviço de emergência médica e odontológica (médico-dentária) e o novo sistema de atendimento implementado em lares de idosos permanecerão aplicáveis ​​por enquanto como até aqui.

“Pedimos aos cidadãos que não hesitem em consultar o seu médico se necessário. Ou procurar tratamento em caso de indicação médica. O risco de consequências pela ausência de tratamento necessário prevalece agora sobre o risco de infecção com o SRA-CoV-2. Toda a organização da Medicina, extra-hospitalar ou hospitalar, está sujeita a rigorosos princípios de segurança com os quais a profissão médica se compromete”, afirmou Philippe Wilmes, vice-presidente da Associação de Médicos e Dentistas, citado pelo comunicado do Governo.

Também nos hospitais o acesso aos cuidados de saúde deixará de estar limitado aos casos graves, não programáveis ou de emergência.

As actividades médicas e cirúrgicas estarão incluídas de acordo com vários critérios de priorização e de acordo com todas as regras de segurança.

O reinício das actividades será organizado de forma coerente por cada um dos quatro estabelecimentos hospitalares do país, tendo em conta os recursos infra-estruturais, de equipamentos, medicamentos e recursos humanos existentes, garantindo a máxima segurança aos doentes e aos profissionais de saúde.

A rematar, o comunicado do Governo refere que continuará a ser feita a separação entre pacientes Covid e não-Covid, de forma a “proteger utentes e pessoal médicos”.

“Os quatro serviços de emergência do país manterão os diferentes canais separados de atendimento ao paciente”, finaliza o comunicado do Governo.

Estas medidas foram igualmente explicadas esta quarta-feira (29), numa conferência de imprensa conjunta da ministra da Saúde, Paulette Lenert, e do director-geral de saúde, Alain Schmit.

VER CONFERÊNCIA DE IMPRENSA EM FRANCÊS:

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões ou sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade

Todas as notícias e conteúdos no LUX24 são e continuarão a ser disponibilizadas gratuitamente, mas nunca como agora precisamos da sua ajuda para continuar a prestar o nosso serviço público.

Somos uma asbl – associação sem fins lucrativos – e não temos qualquer apoio estatal ou institucional, apesar do serviço público que diariamente fazemos em prol da comunidade portuguesa e lusófona residente no Luxemburgo, e já sentimos o efeito da redução da publicidade, que nos garante a manutenção do nosso jornal online.

A imprensa livre não existe nem sobrevive, sem o suporte activo dos seus leitores – sobretudo em épocas como esta, quando as receitas de publicidade se reduziram abruptamente, e nós continuamos a trabalhar a 100%.

Só lhe pedimos que esteja connosco nesta hora e nos possa ajudar com o seu donativo, seja ele de que valor for. Prometemos que continuaremos a ser a sua companhia de todas as horas.

Pode fazer o seu donativo por transferência bancária para a conta do LUX24:
IBAN: LU790250045896982000
Código BIC: BMECLULL

LUX24 asbl
#VaiFicarTudoBem

Publicidade