O ministro da Segurança Social, Romain Schneider, em conferência de imprensa, 19.03.2020 – SCREENSHOT LUX24

O ministro da Segurança Social do Luxemburgo, Romain Schneider, revelou há instantes que, desde sábado, a Caixa Nacional de Saúde (CNS) recebeu mais de 15.000 pedidos de licença por motivos familiares (‘congé pour raisons familiales’).

Romain Schneider explicou ainda na conferência de imprensa conjunta com o ministro do Trabalho, Dan Kersch, que esta licença não é acumulável com o desemprego parcial ou com o teletrabalho.

Este número ‘explodiu’ após o Governo ter anunciado que todas as escolas, maison relais e foyers (ATL’s) iriam encerrar, cenário que acontece desde segunda-feira, dia 16 de Março.

Recorde-se que o Governo já tinha anunciado o prolongamento dos dias da licença por razões familiares até, pelo menos 19 de Abril, para que um dos encarregados de educação possa ficar em casa com os filhos durante o período em que as escolas e estruturas extra-curriculares estão fechadas, caso não encontrem outra alternativa.

Os trabalhadores terão, contudo, que avisar os patrões.

As escolas, maison relais, foyers (ATL’s) vão estar encerradas pelo menos até ao dia 19 de abril.

Esta tarde, os ministros Dan Kersch (Trabalho) e Romain Schneider (Segurança Social) realizaram um a conferência de imprensa conjunta onde explicaram algumas das medidas tomadas pelo Governo em virtude das implicações causadas pela crise do coronavírus.

O ministro da Segurança Social, Romain Schneider, e o ministro do Trabalho, Dan Kersch, em conferência de imprensa, 19.03.2020 – SCREENSHOT LUX24
O ministro do Trabalho, Dan Kersch, em conferência de imprensa, 19.03.2020 – SCREENSHOT LUX24
Publicidade
Falhas, erros, imprecisões ou sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade

Todas as notícias e conteúdos no LUX24 são e continuarão a ser disponibilizadas gratuitamente, mas nunca como agora precisamos da sua ajuda para continuar a prestar o nosso serviço público.

Somos uma asbl – associação sem fins lucrativos – e não temos qualquer apoio estatal ou institucional, apesar do serviço público que diariamente fazemos em prol da comunidade portuguesa e lusófona residente no Luxemburgo, e já sentimos o efeito da redução da publicidade, que nos garante a manutenção do nosso jornal online.

A imprensa livre não existe nem sobrevive, sem o suporte activo dos seus leitores – sobretudo em épocas como esta, quando as receitas de publicidade se reduziram abruptamente, e nós continuamos a trabalhar a 100%.

Só lhe pedimos que esteja connosco nesta hora e nos possa ajudar com o seu donativo, seja ele de que valor for. Prometemos que continuaremos a ser a sua companhia de todas as horas.

Pode fazer o seu donativo por transferência bancária para a conta do LUX24:
IBAN: LU790250045896982000
Código BIC: BMECLULL

LUX24 asbl
#VaiFicarTudoBem

Publicidade