Placa indicativa para local de realização dos testes Covid19, Bascharage, Luxemburgo – FOTO PAULO DÂMASO – LUX24

Não serão obrigatórios, antes recomendados. A ministra da Saúde do Luxemburgo, Paulette Lenert, disse hoje que a estratégia de prevenção no combate a uma segunda vaga da pandemia do coronavírus Covid-19 no país passa pela realização de testes de despistagem a todos os que regressam ao país após as suas férias de Verão.

O segundo programa de testes em larga escala é uma das prioridades no combate à propagação do novo coronavírus e, por isso, sectores como a construção civil, limpeza, Horesca (hotelaria e restauração) e da Saúde serão aconselhados a realizarem testes de despistagem, de forma a permitir conhecer se há infectados, ou mesmo assintomáticos, para assim se poder actuar rapidamente e cortar correntes de contágio.

A ministra garantiu ainda que os hospitais do país estão preparados para o tratamento de doentes Covid-19 em cuidados normais e intensivos, e que, em caso de necessidade, já este fim-de-semana, poderá abrir um centro Covid-19 em Kirchberg.

Paulette Lenert lors de la présentation de la stratégie de prévention, 14.08.2020 – FOTO: ©MSAN

Numa conferência de imprensa conjunta que hoje (14) juntou os ministros da Educação (Claude Meisch), da Saúde (Paulette Lenert), Laetitia Huiart (da Inspecção sanitária da Direcção da Saúde) e Paul Wilmes (da Universidade do Luxemburgo – UNI), a ministra da Saúde revelou ainda que cerca de “15% dos passageiros” que chegaram ao aeroporto do Findel foram testados no local.

Os testes em larga escala são para continuar no país e a estratégia será até intensificada para limitar a propagação do novo coronavírus no regresso das férias. De acordo com o Governo, quem regressar de férias, seja de carro, autocarro ou de avião poderá fazer teste gratuito à Covid-19.

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões ou sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade

Todas as notícias e conteúdos no LUX24 são e continuarão a ser disponibilizadas gratuitamente, mas nunca como agora precisamos da sua ajuda para continuar a prestar o nosso serviço público.

Somos uma asbl – associação sem fins lucrativos – e não temos qualquer apoio estatal ou institucional, apesar do serviço público que diariamente fazemos em prol da comunidade portuguesa e lusófona residente no Luxemburgo, e já sentimos o efeito da redução da publicidade, que nos garante a manutenção do nosso jornal online.

A imprensa livre não existe nem sobrevive, sem o suporte activo dos seus leitores – sobretudo em épocas como esta, quando as receitas de publicidade se reduziram abruptamente, e nós continuamos a trabalhar a 100%.

Só lhe pedimos que esteja connosco nesta hora e nos possa ajudar com o seu donativo, seja ele de que valor for. Prometemos que continuaremos a ser a sua companhia de todas as horas.

Pode fazer o seu donativo por transferência bancária para a conta do LUX24:
IBAN: LU790250045896982000
Código BIC: BMECLULL

LUX24 asbl
#VaiFicarTudoBem

Publicidade