O musical “Cantar Amália” vai subir ao palco do Casino 2000 de Mondorf-les-Bains, no Luxemburgo, este sábado, dia 05 de outubro, numa produção da DYAM.

O musical chega ao Luxemburgo numa altura em que se celebram os 20 anos da morte da fadista portuguesa – falecida  em 06 de outubro de 1999 – e a cerca de um ano do centenário do nascimento da diva do Fado – 23 de julho de 1920 – que se assinalará em 2020.

“Cantar Amália” conta com as participações de Joana Amendoeira, Duarte, Teresa Tapadas e Tereza Carvalho, que revisitarão os principais temas de Amália Rodrigues.

“Venham celebrar Portugal e Amália”

“Não sei quando ouvi Amália pela primeira vez. Provavelmente terá sido em casa, quando ainda era criança. Ouviam-se muitos discos de fado e lembro-me da estante onde estavam os vinis e as cassetes de Amália. Quando me pedem para falar de Amália, a primeira ideia que me surge é a de que “aquilo é outra coisa” e que esta outra coisa me acompanhou e acompanha a vida. É parte do meu Olimpo Musical. Não seria quem sou hoje sem esta figura. É, pois, tamanha a minha gratidão”, refere Duarte.

O fadista Duarte

O cantor alentejano, de 38 anos, elege “Estranha Forma de Vida” como o seu fado preferido de Amália.

“Está ali uma tão autêntica condição de vida. É uma obra muito maior que o espaço e que o tempo que conhecemos ou possamos vir a conhecer”, sublinha o cantor.

“Vamos todos fazer parte desta cerimónia de celebração de Portugal, de Amália e da nossa vida”, exorta Duarte.

“Amália ensina-nos até nos silêncios dos Fados”

A fadista Joana Amendoeira recorda que começou a ouvir Amália “compulsivamente” por volta dos 11 anos de idade.

“Apesar de já ouvir desde sempre, dado que os meus pais sempre ouviram muito fado em casa, no ano em que me inscreveram na Grande Noite do Fado de Lisboa. Ouvir Amália tornou-se uma paixão que se mantém até hoje. Amália ensina-nos até nos silêncios dos Fados. Era uma mulher de outro universo! Uma artista completa!”, elogia Joana Amendoeira.

A fadista Joana Amendoeira

A fadista recorda um autógrafo muito especial. “Tive uma única oportunidade de estar próxima de Amália, no momento em que lhe pedi um autógrafo no lançamento do seu livro de Poesia, no Mosteiro dos Jerónimos, tinha eu quinze/dezasseis anos”, contou Joana Amendoeira.

“[Amália] pediu-me que não deixasse de cantar “Tive um Coração, perdi-o”

Quem também participará no espectáculo no Luxemburgo é a fadista Teresa Tapadas, que recorda o dia em que conheceu Amália Rodrigues.

“Em casa dos meus pais sempre se ouviu muita e boa música portuguesa e como tal sempre se ouviu Amália Rodrigues. Desde sempre me foi dito que Amália era o expoente máximo da canção nacional, mas com o passar dos anos apercebi-me que essa, era uma verdade inequívoca”, começa por contar Teresa Tapadas.

A fadista Teresa Tapadas

“Tive a honra e o prazer de conhecer e privar com Amália numa festa privada em casa de um amigo comum no Ribatejo.

Uma Sra. na verdadeira acepção da palavra! Quando lhe disseram que eu cantava um tema seu, inclusive com letra da sua autoria pediu-me para o cantar nessa noite. E eu … cantei! No final da noite segredou-me ao ouvido que tinha gostado muito de me ouvir e em especial naquele tema. E pediu-me que não o deixasse de cantar. O tema em questão é o “Tive um Coração, perdi-o”, recorda, emocionada, Teresa Tapadas.

Os bilhetes para o espectáculo no Casino2000 pode ser adquiridos neste link.

 

A fadista Tereza Carvalho

Cantar Amália

Venha assistir ao concerto em homagem à fadista Amália Rodrigues!Vários artistas vão estar em palco para cantar temas da diva do fado. O evento Cantar Amália vai estar no dia 5 de Outubro de 2019 no Casino 2000 de Mondorf-Les-Bains e dia 6 no Le Trianon de Paris.Bilhetes disponíveis para o dia 5 aqui ► http://bit.ly/2k1rF7LBilhetes disponíveis para o dia 6 aqui ► http://bit.ly/2lAXyUY

Publiée par Dyam sur Mercredi 18 septembre 2019

 

 

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade