O ministro da Energia do Luxemburgo, Claude Turmes, em conferência de imprensa, 29.05.2020 – SCREENSHOT LUX24

“Nunca foi tão atraente renovar a casa ou substituir a caldeira”, afirmou o ministro da Energia, Claude Turmes.

A frase resume na prática as novas medidas do Governo de apoio à transição energética nas casas do Luxemburgo.

O Governo anunciou esta sexta-feira (29) um pacote de medidas, denominado ‘Clever Wunnen‘, cujos apoios chegam até aos 65 mil euros, para dar mais eficiência energética às casas do país e atingir os objectivos ambientais nacionais.

Numa conferência de imprensa conjunta, a ministra do Ambiente e o ministro da Energia, Carole Dieschbourg e Claude Turmes, respectivamente, pretendem incentivar um “país mais ecológico”, começando pela transição energética das casas, com a instalação de painéis solares, melhoramento do sistema de saneamento ou a substituição das caldeiras de aquecimento a petróleo.

A ministra do Ambiente do Luxemburgo, Carole Dieschbourg, em conferência de imprensa, 29.05.2020 – SCREENSHOT LUX24

Os apoios do Estado “duplicam” e podem chegar aos 65 mil euros, consoantes as alterações preconizadas pelos proprietários.

O objectivo deste incentivo estatal é conseguir que o Luxemburgo seja um país “mais ecológico”, com habitações mais sustentáveis, ajudando a proteger o clima e auxiliando a economia luxemburguesa.

A medida faz parte de um pacote de incentivos mais vasto – “Gréng Relance fir Lëtzebuerg – E Plus fir d’Klima, d’Handwierk an d’Bierger” – e que passará igualmente por outros sectores, desde os transportes públicos, empresas e privados.

Todos os pedidos de ajuda financeira e todas as informações relacionadas com o assunto estão disponíveis no site www.myenergy.lu, sendo que há igualmente uma ‘hotline’ disponível para qualquer esclarecimento sobre o assunto: 8002 11 90.

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade