A escultura Chá Dançante, de Joana Vasconcelos, pode ser vista no Luxemburgo, até ao próximo dia 05 de dezembro de 2021 - FOTO © JOANA VASCONCELOS - INSTAGRAM

Um bule de chá gigante, da autoria da artista portuguesa Joana Vasconcelos, está em exposição na praça Robert Schumann, na cidade do Luxemburgo, no âmbito da ‘Luxembourg Art Week‘. A escultura “Chá Dançante” pode ser vista até ao próximo dia 05 de dezembro de 2021.

A inauguração da escultura “Chá dançante” [“Te Danzante”] aconteceu na presença da autora Joana Vasconcelos, do Embaixador de Portugal no Luxemburgo, António Gamito; acompanhado pela Directora do Centro Cultural Português, Adília Carvalho; e do organizador do Luxembourg Art Week, Alex Reding.

A obra visa homenagear Catarina de Bragança, princesa de Portugal e rainha consorte de Inglaterra e Escócia, pelo facto de ter introduzido o chá na Europa e de o ter incutido na corte inglesa.

A artista Joana Vasconcelos e o embaixador António Gamito na inauguração da escultura “Chá Dançante” na praça Robert Schumann, no Luxemburgo, no âmbito da Luxembourg Art Week, 10.11.2021 – FOTO © EMBAIXADA DE PORTUGAL NO LUXEMBURGO

A inauguração da escultura “Chá dançante” [“Te Danzante”] aconteceu na presença da autora Joana Vasconcelos, do Embaixador de Portugal no Luxemburgo, António Gamito; acompanhado pela Diretora do Centro Cultural Português, Adília Carvalho; e do organizador do Luxembourg Art Week, Alex Reding, 10.11.2021 – FOTO © EMBAIXADA DE PORTUGAL NO LUXEMBURGO
“Um objecto familiar – funcional e decorativo – ampliado a uma escala monumental, este bule tem uma qualidade de sonho que nos leva a uma viagem ao mundo de Alice no País das Maravilhas”, refere Joana Vasconcelos na sua página da rede social Instagram.

“Té Danzante” (‘Chá Dançante’) é uma das obras de grande envergadura pela qual Joana Vasconcelos se tornou conhecida, trata-se de uma escultura em ferro forjado, modelada com os padrões distintos de vedações e balaustradas que se percorrem em diferentes paisagens.

Com mais um dos seus traços distintivos: «Té Danzante» (Chá Dançante) traz para o exterior algo do interior, “esbatendo as fronteiras entre a vida privada e a pública”.

“A presença regular de Joana de Vasconcelos no Grão-Ducado é o resultado da forte apreciação do seu trabalho neste país, assim como um orgulho para Portugal e a sua vasta Comunidade Portuguesa aqui residente, colocando-os num patamar de contemporaneidade e inovação”, refere o embaixador António Gamito, numa nota publicada no site da Embaixada de Portugal no Luxemburgo.

ND // ND

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade