Conferência de imprensa da ASTI, 28.12.2018. Foto: ASTI
Jean-Louis Schlesser, Laura Zuccoli e Sérgio Ferreira. Conferência de imprensa da ASTI, 28.12.2018. Foto: ASTI

 

A ASTI – Associação de Apoio aos Trabalhadores Imigrantes – criticou hoje o acordo de coligação “pouco ambicioso” do novo Governo do Luxemburgo, nomeadamente sobre as políticas de integração.

Questões como a participação dos estrangeiros nas eleições legislativas e a resolução do “défice democrático” no país são temas que a ASTI não vê plasmadas no acordo governamental.

Sérgio Ferreira, porta voz da ASTI, lamenta ainda que neste programa de governo, a associação “não encontrou vestígios de medidas a favor do combate à discriminação, ao racismo e à xenofobia”.

Segregação no ensino, falta de políticas para os trabalhadores fronteiriços e contra as discriminações são outras “falhas” analisadas pela ASTI.

Apenas o capítulo da imigração e asilo merece o aplauso da ASTI, nomeadamente no capítulo do reagrupamento familiar.

 

LEIA O COMUNICADO DA ASTI: 

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco via email para geral@lux24.lu.
Siga o LUX24 nas redes sociais. Use a #LUX24 nas suas publicações.
Faça download gratuito da nossa ‘app’ na Google Play ou na App Store.
Publicidade
Publicidade