Foto: ©2018 SIP / Thierry Monasse, tous droits réservés
Xavier Bettel e Jean-Claude Juncker – Foto: ©2018 SIP / Thierry Monasse, tous droits réservés

Sempre foi conhecido por não ter papas na língua e assim continua. O antigo primeiro-ministro do Luxemburgo e ex-Presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, é claro ao apontar o dedo aos seus compatriotas pela crise habitacional do país:

“O problema são os luxemburgueses que exploram outros luxemburgueses. Os luxemburgueses são os culpados pela miséria de outros luxemburgueses”, afirmou Jean-Claude Juncker em entrevista ao jornal luxemburguês Tageblatt.

“A culpa é de certos luxemburgueses e não de russos, chineses ou de outra potência estrangeira, se outros luxemburgueses têm que viver na miséria”, reforçou o carismático antigo primeiro-ministro.

As palavras na realidade não são novas. Já no passado Jean-Claude Juncker as tinha usado, mas voltou agora a repeti-las e a deixar um repto à coligação de Governo (DP, LSAP, Déi Greng).

“Seria bom que o Governo percebesse isso e fizesse alguma coisa. Mas não faz. A minha pergunta é por que é que não faz?”, espicaçou o antigo político do CSV.

O problema do sector da Habitação é assunto recorrente no Luxemburgo, um dos países com as rendas mais caras da Europa (rendas calculadas acima dos 30 euros/metro quadrado) e onde os preços dos imóveis cresceram a uma taxa constante de 4,5% a 5% por ano”, entre 2010 até 2018, mas dispararam para “11%”, entre o quarto trimestre de 2018 e o quarto trimestre de 2019.

Recentemente, o ministro da Habitação do Luxemburgo, Henri Kox, confirmou que ainda este Verão deverá apresentar um projecto-de-lei para reformar este sector.

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco via email para geral@lux24.lu.
Siga o LUX24 nas redes sociais. Use a #LUX24 nas suas publicações.
Faça download gratuito da nossa ‘app’ na Google Play ou na App Store.
Publicidade
Publicidade