O Comité de Conjuntura deu ‘luz verde’ para que 27 empresas no Luxemburgo usufruam do recurso ao desemprego parcial (‘lay-off’) em Fevereiro de 2020. Trinta e uma tinham feito o pedido.

Assim, de um total de 7.272 trabalhadores, 2.268 pessoas estarão abrangidas pelo desemprego parcial e o Fundo para o Emprego poderá ter que desembolsar mais de 3,1 milhões de euros.

As empresas que recorrem ao ‘lay-off’ comprometem-se a não despedir num funcionário, sendo que, em troca, o Estado reembolsa 80% dos salários dos trabalhadores que ficarem em desemprego parcial.

A próxima reunião do Comité de Conjuntura está agendada para o dia 26 de Fevereiro de 2020.

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões ou sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade