Foto: Pixabay License/Free for commercial use

O Comité de Conjuntura deu hoje ‘luz verde’ para que 27 empresas no Luxemburgo usufruam do recurso ao desemprego parcial (‘lay-off’) em Janeiro de 2020. Vinte e nove tinham feito o pedido, que foi recusado a duas delas.

Assim, de um total de 6.747 trabalhadores, 2.444 pessoas estarão abrangidas pelo desemprego parcial e o Fundo para o Emprego poderá ter que desembolsar cerca de 3 milhões de euros.

As empresas que recorrem ao ‘lay-off’ comprometem-se a não despedir num funcionário, sendo que, em troca, o Estado reembolsa 80% dos salários dos trabalhadores que ficarem em desemprego parcial.

A próxima reunião do Comité de Conjuntura está agendada para o dia 29 de Janeiro de 2020.

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões ou sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade

Todas as notícias e conteúdos no LUX24 são e continuarão a ser disponibilizadas gratuitamente, mas nunca como agora precisamos da sua ajuda para continuar a prestar o nosso serviço público.

Somos uma asbl – associação sem fins lucrativos – e não temos qualquer apoio estatal ou institucional, apesar do serviço público que diariamente fazemos em prol da comunidade portuguesa e lusófona residente no Luxemburgo, e já sentimos o efeito da redução da publicidade, que nos garante a manutenção do nosso jornal online.

A imprensa livre não existe nem sobrevive, sem o suporte activo dos seus leitores – sobretudo em épocas como esta, quando as receitas de publicidade se reduziram abruptamente, e nós continuamos a trabalhar a 100%.

Só lhe pedimos que esteja connosco nesta hora e nos possa ajudar com o seu donativo, seja ele de que valor for. Prometemos que continuaremos a ser a sua companhia de todas as horas.

Pode fazer o seu donativo por transferência bancária para a conta do LUX24:
IBAN: LU790250045896982000
Código BIC: BMECLULL

LUX24 asbl
#VaiFicarTudoBem

Publicidade