A Inspecção do Trabalho e das Minas (ITM) do Luxemburgo recebeu, em 2018, dezassete queixas por assédio sexual no local de trabalho, revelou Dan Kersch.

O ministro do Trabalho respondia a uma questão parlamentar da deputada do Partido Cristão Social (CSV), Nancy Arendt, revelando que a ITM recebeu 17 denúncias por assédio sexual, no ano passado, mais cinco do que as registadas em 2017.

O Ministério da Igualdade lançou recentemente a segunda campanha de sensibilização anual, com o título ‘A violência dói, defende-te, há ajuda’ (‘La violence fait mal, défends-toi, il y a de l’aide‘).

Publicidade