A administração penitenciária do Luxemburgo revelou hoje (08) que há oito reclusos infectados com Covid-19 e uma centena de detidos está em quarentena na prisão de Schrassig.

De acordo com a tutela, a administração já tomou todas as providências para acautelar uma eventual propagação do vírus pela cadeia luxemburguesa.

Actividades com pessoas externas ao estabelecimento prisional estão canceladas até nova ordem. Internamente, as movimentações são limitadas ao “estritamente necessário”.

Contudo, as visitas aos presos são permitidas, ainda que de forma condicionada. Cada recluso pode receber duas visitas (incluindo crianças), mas sem que exista contacto físico, podendo comunicar obrigatoriamente através de uma divisória em acrílico.

As autoridades sanitárias de saúde estão a acompanhar o evoluir da situação.

ND // ND

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade