A comuna da cidade do Luxemburgo suspendeu o pagamento das rendas de cafés e restaurantes fechados por causa da pandemia da Covid-19, informou a autarquia.

Tal como no confinamento na primeira vaga da pandemia, a autarquia da capital renuncia temporariamente das rendas dos inquilinos de espaços que pertencem à autarquia.

Esta medida é válida para os meses de dezembro de 2020 e janeiro de 2021.

Cafés e restaurantes que funcionaram em serviço de entrega ao domicílio e/ou ‘take away’ beneficiarão de um desconto de 50% no valor das rendas, enquanto os que encerraram totalmente não terão que pagar as rendas destes dois meses.

A câmara do Luxemburgo revelou que esta medida de apoio custará 94 mil euros.

ND // ND

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade