Quase 200 alunos estão a frequentar o curso de verão de português da Universidade de Macau, um “número muitíssimo bom” para um curso que é leccionado pela primeira vez online devido à covid-19, disse à Lusa o coordenador.

“Há muito tempo que não via tanto interesse” por parte dos alunos, afirmou à Lusa José Pascoal, acrescentando estar “profundamente admirado”.

Após uma semana de aulas virtuais, José Pascoal garantiu que “o curso está a correr bastante bem, naquele que “é a primeira vez que se faz um curso de português nesta universidade”.

A universidade teve de passar pela experiência de aulas virtuais devido à pandemia da covid-19, durante o primeiro semestre, mas desta vez é diferente: os alunos queriam mesmo participar no curso, sublinhou.

Dos mais de 180 alunos a frequentar, explicou o docente, 55 nunca tinham aprendido português, a maioria dos quais proveniente da China continental.

Há ainda estudantes “do Bangladesh, do Reino Unido, do Canadá, de França, da Coreia e do Japão. Alguns estudantes, com formação asiática (principalmente malaia e chinesa), frequentam este curso em países como o Brasil, a Austrália, a França, Portugal, o Reino Unido, Angola, onde vivem, estudam ou trabalham”, lê-se num comunicado divulgado pela universidade.

O programa, que termina na próxima semana, oferece cursos de língua que duram três horas dias e ainda cursos temáticos, como o curso de gastronomia e de música

“Nos cursos temáticos temos grupos relativamente grandes”, indicou José Pascoal.

Foram gravados vídeos de Gastronomia de Cabo Verde, Moçambique, Portugal, Macau, Brasil e Timor-Leste, explicou.

Já os de música em língua portuguesa é cantada pelos músicos da Casa de Portugal em Macau, havendo ainda música tradicional portuguesa poesia e fado.

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões ou sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade

Todas as notícias e conteúdos no LUX24 são e continuarão a ser disponibilizadas gratuitamente, mas nunca como agora precisamos da sua ajuda para continuar a prestar o nosso serviço público.

Somos uma asbl – associação sem fins lucrativos – e não temos qualquer apoio estatal ou institucional, apesar do serviço público que diariamente fazemos em prol da comunidade portuguesa e lusófona residente no Luxemburgo, e já sentimos o efeito da redução da publicidade, que nos garante a manutenção do nosso jornal online.

A imprensa livre não existe nem sobrevive, sem o suporte activo dos seus leitores – sobretudo em épocas como esta, quando as receitas de publicidade se reduziram abruptamente, e nós continuamos a trabalhar a 100%.

Só lhe pedimos que esteja connosco nesta hora e nos possa ajudar com o seu donativo, seja ele de que valor for. Prometemos que continuaremos a ser a sua companhia de todas as horas.

Pode fazer o seu donativo por transferência bancária para a conta do LUX24:
IBAN: LU790250045896982000
Código BIC: BMECLULL

LUX24 asbl
#VaiFicarTudoBem

Publicidade