A zona euro registou, em maio, um défice de 26,3 mil milhões de euros na balança comercial de bens, enquanto no conjunto da União Europeia o défice chegou aos 35 mil milhões de euros, divulga hoje o Eurostat.

De acordo com o serviço estatístico da União Europeia (UE), o défice registado em maio deste ano no comércio internacional de bens do espaço da moeda única contrasta com o excedente de 12 mil ME do mesmo mês de 2021, e o défice das trocas comerciais do conjunto da UE compara com o excedente de 8 mil ME um ano antes.

Segundo os dados preliminares do Eurostat, as exportações de bens da zona euro para o resto do mundo atingiram em maio os 248,5 mil milhões de euros, um avanço homólogo de 28,9% (192,8 mil ME), mas as importações cresceram de forma ainda mais acentuada, de 180,8 mil milhões para 274,8 mil milhões de euros, o que corresponde a um aumento de 52% comparativamente a maio do ano passado.

O gabinete oficial de estatísticas aponta que todos os Estados-membros à excepção de um (Lituânia) registaram fortes aumentos das exportações extra-UE na comparação homóloga, tendo Portugal registado a terceira maior subida em maio de 2022 face a maio de 2021, de 62,8%, apenas superada pelas de Chipre (102,7%) e Eslovénia (75,8%).

Contudo, também as importações extra-UE tiveram uma evolução semelhante, tendo todos os Estados-membros, à excepção do Luxemburgo, registado aumentos homólogos, os maiores dos quais em Chipre (172,7%) e na Finlândia (104,1%).

ACC // JNM

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco via email para geral@lux24.lu.
Siga o LUX24 nas redes sociais. Use a #LUX24 nas suas publicações.
Faça download gratuito da nossa ‘app’ na Google Play ou na App Store.
Publicidade
Publicidade