A taxa de emprego na União Europeia (UE) atingiu 73,5% no terceiro trimestre de 2021, um novo máximo após o último recorde, de 73,4%, se ter registado em 2019, e uma recuperação face ao período homólogo de 2020.

A informação foi hoje avançada pelo serviço de estatística da UE, o Eurostat, que em comunicado dá conta de que, “na UE, a taxa de emprego das pessoas com idades compreendidas entre os 20 e os 64 anos foi de 73,5% no terceiro trimestre de 2021”.

Este é um novo máximo na taxa de emprego, que compara com 73,4% no quarto trimestre de 2019, a anterior maior taxa de emprego (na UE-27) na faixa etária dos 20-64 anos desde 2005.

No terceiro trimestre de 2020 a taxa de emprego na UE fixou-se em 72,2%.

EU CHANGE EMPLOYMENT RATE © EUROSTAT (clicar na imagem para ampliar)

Na variação em cadeia, a taxa de emprego registada no terceiro trimestre do ano passado, representa um aumento de 0,7 pontos percentuais (pp) em comparação com o segundo trimestre de 2021.

A ambição da Comissão Europeia, que avançou com um plano de acção para o Pilar dos Direitos Sociais, é que pelo menos 78% da população entre os 20 e os 64 anos esteja empregada na UE até 2030.

Ainda na informação hoje divulgada, o Eurostat informa que a folga do mercado de trabalho na UE, que compreende todas as pessoas com necessidades de emprego não satisfeitas e das quais uma das principais componentes é o desemprego, ascendeu a 12,9% da população activa com idades compreendidas entre os 20 e 64 anos no terceiro trimestre de 2021, contra 13,7% no segundo trimestre de 2021 (-0,8 pp).

Por Estado-membro, as alterações na taxa de emprego entre o segundo e o terceiro trimestre de 2021 foram maiores na Grécia (+1,8 pp), Chipre (+1,6 pp), Irlanda (+1,5 pp) bem como na Lituânia e Áustria (ambos +1,1 pp).

Enquanto o emprego aumentou em 24 Estados-membros da UE no terceiro trimestre do ano passado, permaneceu estável na Bulgária e Croácia e diminuiu na Finlândia (-0,2 pp), adianta o Eurostat.

ANE // EA

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade