Portugal regressa ao mercado na próxima quarta-feira (17) para colocar até 1.500 milhões de euros em dois leilões de Bilhetes do Tesouro, a seis e a 12 meses, informou o IGCP.

“O IGCP, E.P.E. vai realizar no próximo dia 17 de julho pelas 10:30 horas dois leilões das linhas de BT [Bilhetes do Tesouro] com maturidades em janeiro de 2020 (BT 17 JAN 2020) e em julho de 2020 (BT 17 JUL 2020)”, informou hoje a Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP).

De acordo com a entidade liderada por Cristina Casalinho, os dois leilões têm um montante indicativo global entre 1.250 milhões e 1.500 milhões de euros.

No último leilão comparável, em 15 de maio, Portugal colocou 1.000 milhões de euros em BT a 12 meses à taxa de juro média de -0,370%, novamente negativa e inferior à registada em 20 de março, quando foram colocados 1.100 milhões de euros à taxa de juro média de -0,366%.

A seis meses foram colocados naquele dia 500 milhões de euros em BT à taxa média de -0,396%, mais negativa do que a verificada em 20 de março, quando foram colocados 400 milhões de euros a -0,393%.

No terceiro trimestre, que começou no início do mês, o IGCP prevê emissões de OT através da combinação de operações sindicadas por bancos e leilões, antecipando emitir entre 1.000 e 1.250 milhões de euros por leilão.

A entidade liderada por Cristina Casalinho antecipa também a realização de três leilões duplos de BT com maturidades entre três e 12 meses, num montante total entre 3.250 e 4.000 milhões de euros.

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões ou sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade

Todas as notícias e conteúdos no LUX24 são e continuarão a ser disponibilizadas gratuitamente, mas nunca como agora precisamos da sua ajuda para continuar a prestar o nosso serviço público.

Somos uma asbl – associação sem fins lucrativos – e não temos qualquer apoio estatal ou institucional, apesar do serviço público que diariamente fazemos em prol da comunidade portuguesa e lusófona residente no Luxemburgo, e já sentimos o efeito da redução da publicidade, que nos garante a manutenção do nosso jornal online.

A imprensa livre não existe nem sobrevive, sem o suporte activo dos seus leitores – sobretudo em épocas como esta, quando as receitas de publicidade se reduziram abruptamente, e nós continuamos a trabalhar a 100%.

Só lhe pedimos que esteja connosco nesta hora e nos possa ajudar com o seu donativo, seja ele de que valor for. Prometemos que continuaremos a ser a sua companhia de todas as horas.

Pode fazer o seu donativo por transferência bancária para a conta do LUX24:
IBAN: LU790250045896982000
Código BIC: BMECLULL

LUX24 asbl
#VaiFicarTudoBem

Publicidade