© F91 Diddeleng

O F91 Dudelange, orientado pelo treinador português Carlos Fangueiro, pode juntar a Taça do Luxemburgo de futebol ao título de campeão nacional, fazendo a “dobradinha“, ao defrontar esta sexta-feira, 27 de maio de 2022, o Racing Luxembourg, na final da prova ‘rainha’ uma semana após ter conquistado o 16° título de campeão nacional de futebol.

Carlos Fangueiro, o primeiro treinador português a conquistar a Liga BGL de futebol [LER O EXCLUSIVO DO TREINADOR DADO AO LUX24], quer hoje, no Estádio Nacional do Luxemburgo, a partir das 20:00, fechar a época com “chave de ouro” e juntar os dois títulos mais importantes a nível interno.

Em caso de vitória, Carlos Fangueiro e o F91 conquistam a oitava “dobradinha” e a nona Taça do Luxemburgo da história do clube de Dudelange.

“A expectativa [para esta final] é alta. Estamos num momento bom. Os jogadores mostram um prazer enorme em ter bola, o que é fantástico. Sabemos que o Racing tem jogadores de muita qualidade individual. O foco é a concentração que tem que estar muito presente para que possamos acabar esta época fantástica com mais um sorriso estampado no rosto”, disse, ao LUX24, Carlos Fangueiro, na antevisão da final da Taça.

O treinador do F91 Dudelange, o português Carlos Fangueiro, tornou-se no primeiro treinador português a vencer a Liga BGL no Luxemburgo, ao levar o F91 à conquista do 16° título de campeão nacional luxemburguês, em 22 de maio de 2022 – FOTO © PAULO DÂMASO / LUX24

Fundado em abril de 1991, o F91 Dudelange soma 16 títulos de campeão nacional de futebol e 08 Taças do Luxemburgo, incluindo sete “dobradinhas”: 2005/06, 2006/07, 2008/09, 2011/12, 2015/16, 2016/17 e 2018/19.

Do outro lado, o adversário, o Racing Luxembourg – que não tem qualquer título nacional de campeão conquistado – tenta ganhar a Taça pela segunda vez no seu historial: Foi vencedor do troféu na temporada 2017/18.

Nas temporadas 2019/20 e 2020/21 a competição foi interrompida devido à pandemia da Covid-19.

Sábado vai haver “dobradinha” para o almoço?

“Seria magnífico! Estamos preparados para as adversidades, assim como estamos preparados para festejar! Uma final é sempre uma incógnita! Como disse atrás seria a cereja no topo do bolo”, reage Carlos Fangueiro à “provocação saudável” do LUX24.

Apesar do ambiente festivo da semana, depois da conquista do campeonato, a preparação para a final da Taça foi feita com “foco e concentração”. Carlos Fangueiro e os seus jogadores sabem que, pela frente, terão o Racing, que tenta “salvar” a época agarrando-se à Taça para garantir a ida às competições europeias.

“Festejámos bem! Aproveitamos o momento! Mas rapidamente colocamos os pés na terra e começamos a focar-nos nesta final. Foi mais uma semana! Analisámos o adversário, trabalhámos estratégia! Mas, fundamentalmente aprimorámos a nossa ideia. Temos a nossa identidade e não sou muito de mudar”, sublinhou Carlos Fangueiro considerado o Treinador do Ano da Liga BGL nos prémio da revista desportiva luxemburguesa Mental!.

“O Racing é uma equipa composta por grandes individualidades. Uma equipa madura! Cheia de experiência! Matreira [no bom sentido]! Conhecemos muito bem o adversário. Continuo a dizer que somos fortes enquanto um todo! A força deste grupo é a união! Portanto uma grande arma para esta final, associada à organização, à táctica, à estratégia e à qualidade individual dos jogadores! Ingredientes importantes para um bom desfecho”, rematou Carlos Fangueiro.

Caso o F91 Dudelange vença hoje a Taça do Luxemburgo de futebol, o Swift Hesperange (4° classificado da Liga BGL) é “repescado” para as pré-eliminatórias da Liga Conferência Europa. Se o vencedor desta noite for o Racing, de Jeff Saibene, será o clube da capital a preencher a última vaga europeia para clubes do Luxemburgo para a temporada 2022/23.

 

ND // ND

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco via email para geral@lux24.lu.
Siga o LUX24 nas redes sociais. Use a #LUX24 nas suas publicações.
Faça download gratuito da nossa ‘app’ na Google Play ou na App Store.
Publicidade
Publicidade