Benfica e FC Porto disputam hoje (21:45, hora luxemburguesa) a final da 80.ª edição da Taça de Portugal, que encerra a mais longa temporada futebolística da história, interrompida devido à pandemia de covid-19 e, posteriormente, retomada sem público nas bancadas.

De resto, a pandemia obrigou igualmente a uma alteração do local da partida, deixando o Jamor, que recebia a decisão ininterruptamente há 36 anos, desde 1983/84, e rumando a Coimbra, para que fossem respeitadas todas as condições de segurança impostas pela Direção-Geral da Saúde.

Na final, o FC Porto entra ‘embalado’ pela recente conquista do título de campeão nacional, o troféu primordial, enquanto o Benfica, vencedor da Supertaça no início da temporada, vem de três triunfos seguidos sob o comando de Nélson Veríssimo, que rendeu Bruno Lage na fase final do campeonato.

Os ‘dragões’ chegam a Coimbra após uma derrota, por 2-1, no reduto do Sporting de Braga, na derradeira ronda do campeonato, e têm como principal ‘baixa’ o médio colombiano Matheus Uribe, que se juntou a Iván Marcano na lista de lesionados.

Já o central Mbemba e o extremo Luís Díaz devem recuperar e ser opções para o técnico Sérgio Conceição.

Por seu lado, o Benfica, ainda invicto na ‘era’ Veríssimo (quatro triunfos e um empate) e motivado por um sempre saboroso triunfo no dérbi lisboeta com o Sporting (2-1), não poderá contar com o espanhol Grimaldo e, muito provavelmente, com Taarabt e Nuno Tavares, todos por lesão.

Presidente da República vai entregar troféu ao vencedor em Coimbra

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai entregar hoje o troféu ao vencedor da Taça de Portugal em futebol, no final da partida entre o Benfica e o FC Porto, anunciou a Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

“A tradição mantém-se e o Presidente da República fará a entrega do troféu ao vencedor da Taça de Portugal no final do jogo entre Benfica e FC Porto esta noite em Coimbra”, refere a FPF em comunicado.

Marcelo Rebelo de Sousa estará acompanhado pelo Presidente da FPF, Fernando Gomes, e pelo secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, tendo os três “cumprido o protocolo de testes para covid-19 de forma a poderem também cumprir a tradição”.

A cerimónia de entrega da Taça e das medalhas realiza-se num palco montado especialmente para o efeito no relvado do Estádio Cidade de Coimbra.

Minuto 12 da final da Taça será usado para protestar contra cartão do adepto

O minuto 12 da final da Taça de Portugal de futebol, entre Benfica e FC Porto, vai ser utilizado para protestar contra a implementação do cartão do adepto, revelou à Lusa a Associação Portuguesa de Defesa do Adepto (APDA).

O protesto irá decorrer no sábado, em Coimbra, onde se realiza o encontro decisivo da prova ‘rainha’ do futebol português, assim como em vários outros locais do país, e será divulgado nas redes sociais de “todos os que se juntaram em prol deste manifesto nacional, respeitando sempre todas as regras” de distanciamento social, tendo em vista prevenção da covid-19, garantiu a presidente da APDA, Martha Gens.

Em 26 de junho foi publicada, em Diário da República, uma portaria que regula o novo cartão do adepto, documento que visa “o registo e a identificação dos seus titulares” tendo em vista a “promoção da segurança e do combate ao racismo, à xenofobia e à intolerância nos espectáculos desportivos” e cuja utilidade a APDA refutou hoje em comunicado.

“Trata-se de um conceito importado de meia dúzia de países europeus, porém, totalmente ultrapassado. Mas por cá, como já é hábito, gostamos de andar na cauda da Europa, seguindo e copiando medidas que entretanto já foram abolidas nos poucos países que caíram no erro de as adoptar”, critica a APDA.

A associação refere, ainda, que a medida é “altamente contraproducente” e que não produz “o efeito pretendido”, uma vez que “não são pedaços de papel que mudam as pessoas e a sua natureza”, além de que resultará na “perda de adeptos num campeonato já com poucos”, como a I Liga portuguesa de futebol.

“Implementa a ideia da separação entre adeptos ‘bons’ e ‘maus’, um ato que potencia gravemente a discriminação e facilmente se torna numa ferramenta de repressão directa e indirecta em massa para um grupo de pessoas que têm sido gratuitamente estereotipadas ao longo de vários anos”, critica o comunicado dos adeptos.

O documento lamenta, ainda, que o país, “no segmento social desportivo, seja norteado por gente que não sabe ou não quer saber realmente o que está a fazer ao desporto” e afirma que a implementação do cartão do adepto “torna-se paradoxal numa sociedade que, de peito cheio, exalta valores como a própria liberdade” de todos os cidadãos.

“Por todos aqueles que realmente vivem o desporto em Portugal, por oposição à festa dos que vivem do desporto e que pouco preocupados estão com o que devia ser visto como o maior activo do futebol, os adeptos, nós dizemos não ao cartão. Divididos nas cores, unidos nos valores”, conclui o comunicado da APDA.

A final da 80.ª edição da Taça de Portugal vai ser disputada à porta fechada, a partir das 21:45 (hora luxemburguesa), no Estádio Cidade de Coimbra, e terá arbitragem de Artur Soares Dias, da Associação de Futebol do Porto.

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões ou sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade

Todas as notícias e conteúdos no LUX24 são e continuarão a ser disponibilizadas gratuitamente, mas nunca como agora precisamos da sua ajuda para continuar a prestar o nosso serviço público.

Somos uma asbl – associação sem fins lucrativos – e não temos qualquer apoio estatal ou institucional, apesar do serviço público que diariamente fazemos em prol da comunidade portuguesa e lusófona residente no Luxemburgo, e já sentimos o efeito da redução da publicidade, que nos garante a manutenção do nosso jornal online.

A imprensa livre não existe nem sobrevive, sem o suporte activo dos seus leitores – sobretudo em épocas como esta, quando as receitas de publicidade se reduziram abruptamente, e nós continuamos a trabalhar a 100%.

Só lhe pedimos que esteja connosco nesta hora e nos possa ajudar com o seu donativo, seja ele de que valor for. Prometemos que continuaremos a ser a sua companhia de todas as horas.

Pode fazer o seu donativo por transferência bancária para a conta do LUX24:
IBAN: LU790250045896982000
Código BIC: BMECLULL

LUX24 asbl
#VaiFicarTudoBem

Publicidade