A equipa do Sporting festeja a conquista da Supertaça de futebol feminino após vencer ao Benfica no Estádio do Restelo, em Lisboa, 28 de agosto de 2021. RODRIGO ANTUNES/LUSA

O Sporting, vice-campeão nacional de futebol feminino, conquistou hoje a Supertaça, pela segunda vez no seu historial, ao vencer o campeão Benfica, por 2-0, no Estádio do Restelo, em Lisboa.

A espanhola Brenda Pérez, aos 51 minutos, e a suplente Joana Marchão, aos 85, marcaram os golos das ‘leoas’, segundas classificadas do campeonato de 2020/21, reeditando o êxito alcançado em 2016/17.

O Sporting é o único clube que ergueu duas vezes o troféu, cuja anterior edição não foi disputada na sequência do cancelamento de campeonato e Taça de Portugal em 2019/20 devido à pandemia de Covid-19, destacando-se de Benfica, Sporting de Braga, Valadares Gaia e Futebol Benfica, que contam uma conquista cada.

A equipa do Sporting festeja a conquista da Supertaça de futebol feminino após vencer ao Benfica no Estádio do Restelo, em Lisboa, 28 de agosto de 2021. RODRIGO ANTUNES/LUSA

Supertaça / Benfica – Sporting (declarações)

Declarações após o jogo entre Benfica e Sporting, da Supertaça de futebol feminino, que terminou com a vitória das ‘leoas’ por 2-0:

André Vale (Treinador-adjunto do Benfica): “O facto de trazermos mais rodagem traz coisas positivas, mas outras não tão positivas. A eliminatória da Liga dos Campeões obrigou a uma viagem cansativa, tal como o torneio internacional da Áustria. Deu-nos maiores dinâmicas e um andamento físico um pouco superior, mas, por outro lado, faz com que o desgaste acumulado e o cansaço possam surgir mais cedo. A partir do golo sofrido, houve decaimento na fase da decisão.

Não considero que, tacticamente, o Sporting tenha sido mais forte. Considero que o facto de não termos assumido a segunda parte como acabámos a primeira fez com que concedêssemos o primeiro golo, e o facto de não decidirmos tão bem fez transparecer que o Sporting tenha estado superior tacticamente.”

Pauleta (Futebolista do Benfica): “Estivemos muito bem na primeira parte. Conseguimos fazer os nossos processos, com futebol bonito e bem jogado, a chegar à baliza. O maior erro foi não termos conseguido marcar golo, pois tivemos oportunidades que não concretizámos. Isto é futebol, se não fazemos golos nas oportunidades que temos, acabamos por sofrer, que foi o que aconteceu.

Quando as coisas correm mal, o trabalho é mais focado e dedicado. Esta derrota só nos faz crescer. Continuamos a acreditar muito no nosso valor e qualidade. Vamos trabalhar nos nossos erros. Queríamos muito dar o título aos nossos adeptos, mas temos ainda muito para conquistar.”

A jogadora do Benfica, Valéria Silva (D), disputa a bola com a jogadora do Sporting, Caroline Bekert (E), durante o jogo da Supertaça de futebol feminino disputado no Estádio do Restelo, em Lisboa, 28 de agosto de 2021. RODRIGO ANTUNES/LUSA

Mariana Cabral (Treinadora do Sporting): “O mais especial é ver a forma como elas se comportaram hoje em campo e como se uniram como grupo e equipa. Todas elas tiveram um papel importante e perceberam que o grupo está acima de tudo. Acaba por ser tudo mais fácil quando elas estão juntas e acreditam juntas.

Estou satisfeita porque ganhámos o troféu, mas ainda falta fazer muita coisa. Foram sete semanas de muito trabalho. Estamos a construir um grupo novo. É tudo diferente e vamos ajustando consoante os testes que vamos tendo, a semana de treinos e o ‘feedback’ delas. Vamos crescer muto mais, não está nada acabado.

É um troféu muito importante porque o Sporting é um clube muito grande, que ganha troféus em todas as modalidades, e não merecia estar três anos no futebol feminino sem ganhar nenhum troféu. Há um projeto muito claro do clube para o futebol feminino e um ADN implementado em todas as modalidades.”

Diana Silva (Futebolista do Sporting): “Este jogo foi conseguido com espírito de equipa. Demos tudo até ao fim e, quando assim é, conseguem-se resultados desta dimensão. Tínhamos do outro lado uma equipa supercompetente. Sabíamos da qualidade que o Benfica tem. Sabe muito bem. O futebol não é igual sem público, a emoção não é a mesma. Nós sentimos isso lá dentro. Hoje foi especial ter os adeptos e retribuir com este troféu.”

DYRP // JP

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco via email para geral@lux24.lu.
Siga o LUX24 nas redes sociais. Use a #LUX24 nas suas publicações.
Faça download gratuito da nossa ‘app’ na Google Play ou na App Store.
Publicidade
Publicidade