Algumas das jogadoras da selecção portuguesa de futebol feminino que participam no Euro2022 - FOTO © Seleções de Portugal / Twitter

A selecção portuguesa de futebol feminino inicia hoje (18:00, *hora luxemburguesa) a segunda participação num Campeonato da Europa, ao defrontar a Suíça, em jogo da primeira jornada do grupo C da prova, que decorre até 31 de julho, em Inglaterra.

Cinco anos depois da presença no Euro2017, nos Países Baixos, Portugal volta a estar presente numa fase final de um Europeu, desta feita após ser repescado devido à exclusão da Rússia, selecção que tinha eliminado a equipa das ‘quinas’ no ‘play-off’.

No Leigh Sports Village, em Manchester, a equipa comandada por Francisco Neto, 30.ª colocada do ‘ranking’ da FIFA, terá pela frente a Suíça, 20.ª classificada, numa partida que tem início agendado para as 18:00*.

Ainda durante a preparação para fase final, a selecção nacional ficou privada de Mariana Azevedo e Andreia Jacinto, ambas por lesão, que foram substituídas por Lúcia Alves e Suzane Pires, respectivamente.

No grupo C, Portugal defrontará ainda os Países Baixos, quartos do ‘ranking’, detentores do troféu e vice-campeões mundiais, em 13 de julho, e a Suécia, segunda da hierarquia e vice-campeã olímpica, em 17 de julho.

Suecas e neerlandesas também jogam hoje, a partir das 21:00*, em Sheffield.

Os dois primeiros classificados de cada um dos quatro grupos apuram-se para os quartos de final da competição.

Francisco Neto prevê que pormenores e erros vão decidir estreia contra Suíça

O jogo de estreia de Portugal no Campeonato da Europa de futebol feminino contra a Suíça vai ser decidido por pormenores e aproveitamento de erros, afirmou o seleccionador nacional, Francisco Neto.

O técnico concordou com um comentário do treinador suíço, Nils Nielsen, admitindo que, sendo as duas equipas com maior proximidade em termos de ‘ranking’ internacional, o jogo será bastante dividido.

“Sem dúvida nenhuma que é um jogo de pormenores e quando é um jogo de pormenores é aproveitar os erros uns dos outros”, vincou Francisco Neto.

O seleccionador luso disse que Portugal tem de ser inteligente, “cometer o mínimo de erros possíveis e aproveitar o máximo de erros possíveis da Suíça ou provocar esses erros à Suíça”.

Francisco Neto admitiu que “iniciar uma competição a pontuar e a jogar bem” dá outros níveis de confiança e tira alguma pressão à equipa.

Porém, recusou a ideia de que este é um jogo decisivo para as aspirações de Portugal passar à próxima fase.

O técnico salientou a importância de ter no colectivo algumas jogadoras que participaram no Europeu de 2017 para ajudar as outras com a sua experiência e assumiu a ambição de passar a fase de grupos.

Para isso quer “fazer mais golos, sofrer menos, fazer mais pontos”, de modo a que Portugal chegue ao último jogo depender só de si para poder seguir em frente na competição.

Questionado sobre a participação neste torneio no lugar da Rússia, excluída devido à invasão da Ucrânia, Neto reiterou que trocaria a presença “por um mundo sem guerras”, mas também reivindicou mérito.

“Fomos a equipa que fez 19 pontos, mas ninguém tinha feito 19 pontos. Fomos a única equipa que não se apurou com este registo. Fomos ao ‘play-off’, quem esteve presente no ‘play-off’ sente e percebeu da nossa competência. Por isso acho que estamos aqui por mérito próprio”, defendeu.

Também na conferência de imprensa, a centrocampista Dolores Silva confessou o “entusiasmo” com a atenção que a competição está a ter, tendo o jogo de estreia entre Inglaterra e Áustria (1-0) esgotado a lotação do estádio de Old Traford.

“Este é um Europeu que vai marcar o futebol feminino”, acredita, considerando que está a ser dado “um passo gigante para a modalidade”, um sinal claro de evolução.

Enquanto capitã e uma das jogadoras mais experientes, que representou a selecção no Europeu de 2017, a jogadora do Sporting de Braga salientou que é importante desfrutar e acreditar.

“Acho que a palavra-chave para nós enquanto equipa é desfrutar, desfrutar o momento, daquilo que é estar a representar Portugal ao mais alto nível. É o sonho de todas nós, trabalhámos muito para chegar até aqui”, disse.

BM // MO // AJO

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco via email para geral@lux24.lu.
Siga o LUX24 nas redes sociais. Use a #LUX24 nas suas publicações.
Faça download gratuito da nossa ‘app’ na Google Play ou na App Store.
Publicidade
Publicidade