O piloto português Miguel Oliveira (KTM) disse esperar “fazer uma boa corrida“, este domingo (03), no Grande Prémio da Argentina de MotoGP, terceira ronda do Mundial de velocidade, para o qual parte da 16.ª posição.

Na conferência de imprensa virtual que se seguiu à sessão de qualificação, o piloto de Almada apontou problemas com “a falta de aderência” que sentiu.

“Como esperado, o dia foi diferente. Tivemos pouco tempo para acertar as motas. Ficou curto para conseguir passar para a Q2. Na qualificação descobri que não tinha muita tracção e tornou-me a vida difícil”, começou por explicar o português da KTM, que venceu a ronda anterior, na Indonésia.

Apesar de ter sido apenas o 16.º classificado na qualificação, Miguel Oliveira deu boas indicações durante os treinos ao longo do dia, pelo que confia poder fazer uma boa corrida.

“Acho que podemos fazer uma boa corrida e recuperar algumas posições. A aderência foi melhorando ao longo do dia. No final da sessão senti que estava pior, mas os meus adversários não, porque melhoraram os seus tempos. Por isso, é uma questão de afinação da mota”, explicou.

O piloto luso diz ser preciso “encontrar uma forma de acelerar mais depressa e sair mais depressa das curvas”, pelo que “ainda há muito trabalho a fazer para a corrida” de domingo, concluiu.

Obrigado a ir à Q1 por apenas nove milésimas, Miguel Oliveira acabou por ser apenas o sexto mais rápido, o que lhe vale o 16.º lugar da grelha de partida, com o tempo de 1.38,871 minutos.

Da primeira posição sairá o espanhol Aleix Espargaró, que fez a melhor volta em 1.38,501 minutos, conquistando a primeira ‘pole position’ para a Aprilia na categoria rainha do Mundial de Velocidade.

O GP da Argentina de MotoGP é a terceira de 21 rondas do calendário.

Miguel Oliveira chega a esta prova na quarta posição, com 25 pontos.

O início da corrida está agendado para as 20:00 (*hora luxemburguesa).

17:00* Moto3 – Corrida (21 voltas)
18:20* Moto2 – Corrida (23 voltas)
20:00* MotoGP – Corrida (25 voltas)

ND com Lusa

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco via email para geral@lux24.lu.
Siga o LUX24 nas redes sociais. Use a #LUX24 nas suas publicações.
Faça download gratuito da nossa ‘app’ na Google Play ou na App Store.
Publicidade
Publicidade