O FC Porto tenta hoje garantir a 31.ª presença na final da Taça de Portugal de futebol na recepção ao Académico de Viseu, referente à segunda mão das meias-finais da Taça de Portugal, está marcado para esta quarta-feira, às 21:45 (hora luxemburguesa), no Estádio do Dragão, no Porto.

Se calhar com algumas poupanças, face ao aproximar de uma difícil deslocação a Guimarães para o campeonato, o conjunto comandado por Sérgio Conceição será, com qualquer ‘onze’, favorito, sendo que até lhe serve o ‘nulo’.

Terceiro do ‘ranking’ de troféus na Taça, com 16 ceptros, o último já em 2010/11 – perdeu as finais de 2015/16 (Sporting de Braga) e 2018/19 (Sporting) nos penáltis -, o FC Porto esteve a vencer em Viseu, com um tento do cabo-verdiano Zé Luís.

João Mário empatou o jogo aos 70 minutos e, mesmo não evitando que o Académico entre no Dragão em desvantagem, reforçou o sonho dos viseenses, que nunca tinham estado em fase tão avançada da competição e estão, agora, a um 2-2 ou a um 1-0 do Jamor.

Na antevisão ao encontro desta noite, Sérgio Conceição admitiu que está a ser preparado da mesma forma que todos os outros.

“Estamos a encarar da mesma forma que todos os outros jogos. A nossa preocupação é prepararmo-nos da melhor forma possível para vencermos e para estarmos na final da Taça de Portugal. É esse o nosso objetivo”, simplificou o treinador que não admitiu fazer poupanças neste encontro: “Vou ver o estado físico dos jogadores e quem estiver em condições vai iniciar o jogo. O mais importante é o jogo de amanhã [quarta-feira]”.

Sérgio Conceição salientou ainda a imensa vontade de vencer a Taça de Portugal, uma prova que, já admitiu, ser querida para si.

“É sempre especial jogar finais, bem como fazer o trajeto para estar nesses momentos e nós queremos muito estar na final. Tive oportunidade de estar na final com dois clubes diferentes, como treinador, e já a venci como jogador. É uma competição muito bonita e que fecha a época de uma forma espetacular. Vamos lutar para sermos mais felizes do que nos outros anos”, acrescentou.

Treinador do Académico de Viseu acredita que é possível ganhar no Dragão

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões ou sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade