Europeu de 2022 de Sub-17 em Israel - FOTO © UEFA

A selecção portuguesa de sub-17 voltou a vencer no Europeu de futebol da categoria, desta vez diante da Suécia (4-2), e ficou muito próxima do apuramento para os quartos de final da competição que decorre em Israel.

Já com o seleccionador José Lima no banco, depois de falhar o jogo inaugural com a Escócia (vitória por 5-1) devido a infecção com o novo coronavírus, Portugal continuou a demonstrar que é um dos favoritos, apesar de um susto inicial.

Com três mexidas em relação ao primeiro jogo, a entrada do guarda-redes Francisco Silva, do lateral-direito Martim Fernandes e do avançado Rodrigo Ribeiro, por troca com Diogo Fernandes, João Conceição e Ivan Lima, a equipa deu resposta positiva.

O jogo no Estádio Municipal de Lod foi quase de sentido único, pese embora o golo praticamente a ‘frio’ da Suécia, que, aos sete minutos, viu-se a vencer, após um cruzamento da esquerda de Tanor, a que Kanga respondeu.

Portugal parecia que ainda não tinha entrado no jogo, mas a resposta não tardou muito, assumindo a partir daí o controlo, e foi uma questão de tempo até provocar a ‘cambalhota’ no marcador, ainda antes do intervalo.

Depois de algumas ameaças, em especial um cabeceamento de Rodrigo Ribeiro com perigo (17 minutos), foi o mesmo jogador a fazer o 1-1, aos 32 minutos, com o avançado do Sporting a cabecear, desta vez com êxito, após cruzamento de Martim Fernandes.

O golo animou ainda mais a equipa, que rapidamente ‘virou’ o jogo: o médio João Veloso fez de trivela o 2-1, aos 37 minutos, após um roubo de bola, e Afonso Pereira o 3-1, aos 45+1, com um remate à entrada da área.

Na segunda metade, Portugal foi menos ‘lúcido’ no último terço de terreno, mas, ainda assim, com volume ofensivo suficiente para chegar ao 4-1, com João Veloso a ‘bisar’, aos 60 minutos, após passe na direita de Afonso Moreira, em nova perda dos suecos.

A partir daqui o seleccionador português aproveitou para ‘refrescar’ a equipa com várias mudanças, depois de também Roger Franzén operar algumas mudanças na Suécia, ambos com cinco substituições.

Nos suecos, ainda entrou Leonardo Oliveira, avançado da formação do Famalicão, esta época com jogos nos juvenis e juniores, que apontou o quarto golo da formação nórdica, numa ‘bomba’ aos 80 minutos, um minuto depois de entrar.

Com este triunfo, Portugal lidera o grupo D com seis pontos, podendo garantir na segunda-feira o apuramento e até mesmo o triunfo no grupo caso não perca com a Dinamarca na última jornada, sendo secundado por dinamarqueses e suecos, ambos com três pontos, enquanto a Escócia ocupa o último lugar, sem qualquer ponto.

 FICHA DE JOGO 

Jogo no Estádio Municipal de Lod, em Israel.

Portugal – Suécia, 4-2.

Ao intervalo: 3-1.

Marcadores:

0-1, Jardell Kanga, aos 07 minutos.

1-1, Rodrigo Ribeiro, aos 32.

2-1, João Veloso, aos 37.

3-1, Afonso Moreira, 45+1.

4-1, João Veloso, 60.

4-2, Leonardo Oliveira, 80.

Equipas:

– Portugal: Francisco Silva, Martim Fernandes, João Muniz, Diogo Monteiro, Leonardo Barroso, Dário Essugo (Rafael Luís, 65), João Veloso (Manuel Mendonça, 74), Ussumane Djaló (João Vasconcelos, 74), Afonso Moreira (Tiago Andrade, 74), José Rodrigues (Ivan Lima, 66) e Rodrigo Ribeiro.

Treinador: José Lima.

– Suécia: Elis Bishesari, Elison Makolli, André Perez, Fredrik Nillsen, Alexander Hughes, Kazper Karlsson (Malte Wester, 79), Djoseph Bângala (Marco Valdés, 55), Jardell Kanga (Leonardo Oliveira, 79), Taha Ayari, Ludwig Thorell (Matteo Vinlöf, 46) e Emmanuel Tannor (Malik Mokédé, 55).

Treinador: Roger Franzén.

Árbitro: Willy Delajod (França).

ACção disciplinar: cartão amarelo para André Perez (12 minutos) e Djoseph Bangala (54).

RPM // VR

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade
Publicidade