Queda violenta que envolveu os ciclistas holandeses Fabio Jakobsen (de equipamento azul, branco e vermelho) e o compatriota Dylan Groenewegen (de amarelo e preto), que terá sido o causador da queda, na Volta à Polónia, 05.08.2020 – FOTO: Szymon Gruchalski / Forum / AFP

O ciclista holandês Fabio Jakobsen (Deceuninck-Quick Step) saiu de coma, dois dias depois de uma violenta queda na primeira etapa da Volta a Polónia, que o deixou em estado grave e obrigou a uma cirurgia de cinco horas.

“Temos boas notícias do hospital de Sosnowiec. O Fábio Jakobsen está acordado do coma. O seu estado é bom”, anunciou hoje na rede social Twitter a organização da Volta a Polónia.

Na quarta-feira, no ‘sprint’ final da primeira etapa da Volta a Polónia, em Katowice, Jakobson (Deceuninck-Quick Step) estatelou-se nas barreiras de protecção, depois de ser ‘apertado’ por Dylan Groenewegen (Jumbo-Visma).

O holandês, de 23 anos, sofreu graves lesões, nomeadamente na zona da cabeça e rosto, e foi operado ao longo de cinco horas, com os responsáveis a manterem então o ciclista em coma induzido, num cenário grave, mas estável.

Foto de arquivo do ciclista holandês  Fabio Jakobsen (Quick-Step Floors) – FOTO: DAVID STOCKMAN / Belga / AFP / Belgium OUT

A queda de Jakobsen acabou por provocar uma ‘onda’ de outras quedas, incluindo a do próprio Groenewegen, já depois de cruzar a meta, com vários ciclistas a acabarem por ir para o hospital, nomeadamente Marc Sarreau, com um traumatismo nas costas e roturas ligamentares múltiplas, Damien Touzé (Cofidis), com uma tripla fratura numa mão ou o espanhol Eduard Prades, com uma fratura numa vértebra.

O incidente levou à desqualificação de Groenewegen, e o director da equipa de Jakobsen, a Deceuninck-Quick Step, Patrick Lefevere, confirmou na quinta-feira que vai apresentar uma queixa-crime contra o ciclista holandês, depois de já ter apresentado uma queixa na União Ciclista Internacional (UCI).

Entretanto, também quinta-feira, Dylan Groenewegen lamentou o incidente com o compatriota e disse pensar “constantemente” em Jakobsen, cuja saúde disse ser o mais importante.

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões ou sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade

Todas as notícias e conteúdos no LUX24 são e continuarão a ser disponibilizadas gratuitamente, mas nunca como agora precisamos da sua ajuda para continuar a prestar o nosso serviço público.

Somos uma asbl – associação sem fins lucrativos – e não temos qualquer apoio estatal ou institucional, apesar do serviço público que diariamente fazemos em prol da comunidade portuguesa e lusófona residente no Luxemburgo, e já sentimos o efeito da redução da publicidade, que nos garante a manutenção do nosso jornal online.

A imprensa livre não existe nem sobrevive, sem o suporte activo dos seus leitores – sobretudo em épocas como esta, quando as receitas de publicidade se reduziram abruptamente, e nós continuamos a trabalhar a 100%.

Só lhe pedimos que esteja connosco nesta hora e nos possa ajudar com o seu donativo, seja ele de que valor for. Prometemos que continuaremos a ser a sua companhia de todas as horas.

Pode fazer o seu donativo por transferência bancária para a conta do LUX24:
IBAN: LU790250045896982000
Código BIC: BMECLULL

LUX24 asbl
#VaiFicarTudoBem

Publicidade