O guarda-redes Bruno Varela - FOTO VITÓRIA SPORT CLUBE - FACEBOOK

Bruno Varela foi o herói do Vitória de Guimarães contra o Arouca, ao defender dois remates no desempate por grandes penalidades, depois de um ‘nulo’ no tempo regulamentar e prolongamento, na terceira eliminatória da Taça de Portugal de futebol.

A equipa da casa até esteve melhor durante o tempo regulamentar, apesar da ausência do treinador Armando Evangelista, isolado em casa devido à Covid-19, mas foi preciso esperar pelas grandes penalidades para encontrar um vencedor, depois de os primodivisionários terem ficado reduzidos a 10 ainda na primeira parte.

A formação da II Liga entrou melhor e criou o primeiro lance de perigo logo aos dois minutos, num remate forte de Adílio que saiu perto da trave, tendo o avançado voltado a ameaçar num cabeceamento aos 20 minutos.

You shall not pass! 🧙‍♂🚫Como classificas a exibição de hoje do Bruno Varela? 🧤

Posted by Vitória Sport Clube on Saturday, November 21, 2020

Na primeira parte, houve ainda tempo para um remate enrolado de Bukia em boa posição e a expulsão por acumulação de amarelos de Zié Ouattara, em cima do intervalo.

No regresso dos balneários, a qualidade ofensiva baixou de nível, apesar de ambas as equipas terem criado uma grande oportunidade, primeiro num cabeceamento desviado de André Almeida e depois, já nos descontos, quando Anthony Blondell teve o golo nos pés, negado por uma excelente ‘mancha’ de Bruno Varela, que levou o jogo para prolongamento.

Durante o tempo extra, a fadiga física veio ao de cima e houve apenas um lance digno de registo, um ‘slalom’ de Marcus Edwards, que fintou dois defesas e serviu Maddox, à entrada da área, que rematou à trave.

No desempate por grandes penalidades, Bruno Varela tornou-se no herói do encontro ao defender duas penalidades, a última cobrada por Anthony Blondell, apurando a equipa da I Liga para a quarta eliminatória da Taça de Portugal.

#Conquistadores avançam até à próxima fase da #TaçaDePortugal! 🏆🙌

Posted by Vitória Sport Clube on Saturday, November 21, 2020

FICHA DE JOGO

Jogo realizado no Estádio Municipal de Arouca, em Aveiro.

Arouca – Vitória de Guimarães, 0-0 após prolongamento, 6-7 no desempate por grandes penalidades.

Ao intervalo: 0-0.

No final do tempo regulamentar: 0-0.

No final da primeira parte do prolongamento: 0-0.

No final do prolongamento: 0-0.

Marcadores no desempate por grandes penalidades:

0-1, André André.

0-1, Leandro Silva (defesa do guarda-redes).

0-2, Rochinha.

1-2, Nuno Rodrigues.

1-3, Pepelu.

2-3, Marco Soares.

2-4, Marcus Edwards.

3-4, João Basso.

3-4, Sílvio (à trave).

4-4, Thales.

4-5, Noah Holm.

5-5, Lawrence Ofori.

5-6, Jacob Maddox.

6-6, Joel Ferreira.

6-7, Jorge Fernandes.

6-7, Anthony Blondell (defesa do guarda-redes).

Equipas:

– Arouca: Fernando Castro, Thales, João Basso, Brunão, Mateus Quaresma (Joel Ferreira, 104), Marco Soares, Leandro Silva, Pedro Moreira (Lawrence Ofori, 76), Adílio, André Silva (Anthony Blondell, 71) e Bukia (Nuno Rodrigues, 90+2).

(Suplentes: Victor Braga, Diogo Costa, Yaw Moses, Anthony Blondell, Joel Ferreira, Lawrence Ofori e Nuno Rodrigues.)

Treinador: António Machado.

– Vitória de Guimarães: Bruno Varela, Zié Ouattara, Jorge Fernandes, Abdul Mumin, Sílvio, Pepelu, André Almeida (Marcus Edwards, 79), Miguel Luís (André André, 65), Rochinha, Bruno Duarte (Noah Holm, 79) e Ricardo Quaresma (Jacob Maddox, 46).

(Suplentes: Matous Trmal, Suliman, Marcus Edwards, André André, Jacob Maddox, Noah Holm e Nicolas Janvier.)

Treinador: João Henriques.

Árbitro: Rui Costa (AF Porto).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Mateus Quaresma (28), Zié Outtara (35 e 45), Ricardo Quaresma (43), Pedro Moreira (72), Jacob Maddox (73), João Basso (85), Bukia (90) e Pepelu (105+1). Cartão vermelho por acumulação para Zié Ouattara (45).

Assistência: Jogo realizado à porta fechada devido à pandemia de covid-19.

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões ou sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade

Todas as notícias e conteúdos no LUX24 são e continuarão a ser disponibilizadas gratuitamente, mas nunca como agora precisamos da sua ajuda para continuar a prestar o nosso serviço público.

Somos uma asbl – associação sem fins lucrativos – e não temos qualquer apoio estatal ou institucional, apesar do serviço público que diariamente fazemos em prol da comunidade portuguesa e lusófona residente no Luxemburgo, e já sentimos o efeito da redução da publicidade, que nos garante a manutenção do nosso jornal online.

A imprensa livre não existe nem sobrevive, sem o suporte activo dos seus leitores – sobretudo em épocas como esta, quando as receitas de publicidade se reduziram abruptamente, e nós continuamos a trabalhar a 100%.

Só lhe pedimos que esteja connosco nesta hora e nos possa ajudar com o seu donativo, seja ele de que valor for. Prometemos que continuaremos a ser a sua companhia de todas as horas.

Pode fazer o seu donativo por transferência bancária para a conta do LUX24:
IBAN: LU790250045896982000
Código BIC: BMECLULL

LUX24 asbl
#VaiFicarTudoBem

Publicidade