ADEPTOS DO BENFICA – FOTO: HUGO DELGADO/LUSA

O Benfica pediu para deixar a direcção da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), na reunião tida com os clubes do principal escalão, confirmou à Lusa fonte próxima do processo.

Os ‘encarnados’ eram um dos cinco primodivisionários representados no executivo liderado por Pedro Proença, juntamente com FC Porto, Sporting, Tondela e Gil Vicente, num elenco que conta também com Mafra, Leixões e Cova da Piedade, da II Liga.

A direcção da LPFP foi reeleita em 12 de junho de 2019, quando Pedro Proença, que preside ao organismo desde 2015, foi candidato único e recebeu 46 dos 48 votos possíveis.

Na quinta-feira, Proença pediu à Mesa da Assembleia Geral (AG) a marcação de uma reunião magna para 09 de junho, para discutir a governação do organismo e apreciar o apoio anunciado para os clubes da II Liga, entre outros pontos da ordem de trabalhos que podem ser agendados pelos emblemas profissionais.

Neste encontro que juntou os líderes dos 18 clubes da I Liga, o presidente do Sporting de Braga, António Salvador, pediu a demissão dos clubes que integram a direcção da LPFP.

Uma outra fonte ligada ao processo confirmou à Lusa que, na reunião de quinta-feira, Pedro Proença realçou que o seu lugar está sempre à disposição dos clubes, rejeitando que o antigo árbitro tenha colocado o lugar à disposição, acrescentando que o presidente do organismo vai apresentar na AG um modelo de governação com uma direcção executiva, sem clubes representados.

A liderança de Proença tem sido questionada depois de ter sido divulgada uma carta do dirigente ao Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, solicitando a sua influência para fossem transmitidos em sinal aberto os restantes 90 jogos da I Liga, que tem reinício previsto para 04 de junho, depois da interrupção devido à pandemia de Covid-19.

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões ou sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade

Todas as notícias e conteúdos no LUX24 são e continuarão a ser disponibilizadas gratuitamente, mas nunca como agora precisamos da sua ajuda para continuar a prestar o nosso serviço público.

Somos uma asbl – associação sem fins lucrativos – e não temos qualquer apoio estatal ou institucional, apesar do serviço público que diariamente fazemos em prol da comunidade portuguesa e lusófona residente no Luxemburgo, e já sentimos o efeito da redução da publicidade, que nos garante a manutenção do nosso jornal online.

A imprensa livre não existe nem sobrevive, sem o suporte activo dos seus leitores – sobretudo em épocas como esta, quando as receitas de publicidade se reduziram abruptamente, e nós continuamos a trabalhar a 100%.

Só lhe pedimos que esteja connosco nesta hora e nos possa ajudar com o seu donativo, seja ele de que valor for. Prometemos que continuaremos a ser a sua companhia de todas as horas.

Pode fazer o seu donativo por transferência bancária para a conta do LUX24:
IBAN: LU790250045896982000
Código BIC: BMECLULL

LUX24 asbl
#VaiFicarTudoBem

Publicidade