O treinador do Benfica, Bruno Lage, durante o encontro Marítimo e Benfica, 29.06.2020 – FOTO: GREGÓRIO CUNHA / POOL / LUSA

O treinador do Benfica, Bruno Lage, colocou hoje o seu lugar à disposição, depois de perder por 2-0 com o Marítimo, em encontro da 29.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, anunciou o presidente dos ‘encarnados’.

“O nosso treinador Bruno Lage, quando acabou o jogo, dirigiu-se a mim com grande elevação, e disse: ‘presidente, tem o meu lugar à sua disposição, porque entendo que neste momento as coisas não estão boas para o Benfica (…) A partir de amanhã (terça-feira) não serei treinador do Benfica”, disse Luís Filipe Vieira, na sala de imprensa dos insulares.

Lage, de 44 anos, levou os ‘encarnados’ à conquista do título nacional em 2018/19 e esta época arrebatou a Supertaça, mas, nos últimos 13 jogos, apenas venceu dois, sendo eliminado da Liga Europa e comprometendo a revalidação do ceptro.

O presidente benfiquista garante uma decisão quando regressar a Lisboa e que espera ser de “não vergar”, embora admita que “muita coisa se vai passar” até lá e que ainda vai falar com a sua família, tendo assumido a total responsabilidade pelos maus resultados das ‘águias’.

“Neste momento, a família benfiquista está demasiado frustrada. Digo-lhes que tudo o fizemos foi para sermos felizes este ano. Não fomos. Algo que tem de ser dito. Não vale a pena esconder. O único culpado sou eu, que sou o presidente do Benfica”, garantiu.

Luís Filipe Vieira apontou que o que “acabou com o Benfica em 2000 não foi uma pandemia, mas os benfiquistas” e espera que o clube lisboeta não deixe perder o progresso feito desde então.

“Não deixem voltar ao passado, porque fomos nós todos que demos cabo do Benfica e fazer o que fizemos ao longo destes 20 anos, é muito difícil, tanto em termos de estruturas como em termos desportivos e financeiros”, salientou o dirigente.

O trabalho feito e os títulos conquistados foram recordados por Vieira, que não espera ver o descalabro do Benfica após o desaire sofrido na Madeira.

“Atenção, uma derrota não é o desespero total de ninguém. Só foi possível chegarmos aqui porque tivemos estabilidade. Tivemos 31 anos para conquistarmos um ‘bi’, 39 anos para conquistarmos um ‘tri’ e um tetra, que nunca conquistámos, foi agora que o fizemos. Isso só se faz com muito amor, muita paixão, muito profissionalismo, muita determinação e dando tudo de nós próprios em prol do Benfica”, afirmou.

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões ou sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade

Todas as notícias e conteúdos no LUX24 são e continuarão a ser disponibilizadas gratuitamente, mas nunca como agora precisamos da sua ajuda para continuar a prestar o nosso serviço público.

Somos uma asbl – associação sem fins lucrativos – e não temos qualquer apoio estatal ou institucional, apesar do serviço público que diariamente fazemos em prol da comunidade portuguesa e lusófona residente no Luxemburgo, e já sentimos o efeito da redução da publicidade, que nos garante a manutenção do nosso jornal online.

A imprensa livre não existe nem sobrevive, sem o suporte activo dos seus leitores – sobretudo em épocas como esta, quando as receitas de publicidade se reduziram abruptamente, e nós continuamos a trabalhar a 100%.

Só lhe pedimos que esteja connosco nesta hora e nos possa ajudar com o seu donativo, seja ele de que valor for. Prometemos que continuaremos a ser a sua companhia de todas as horas.

Pode fazer o seu donativo por transferência bancária para a conta do LUX24:
IBAN: LU790250045896982000
Código BIC: BMECLULL

LUX24 asbl
#VaiFicarTudoBem

Publicidade