[arquivo] Rui Costa - FOTO SL BENFICA

A Assembleia Geral do Benfica aprovou ontem (08) à noite, com 74,52% de votos favoráveis, o orçamento ordinário de exploração, o orçamento de investimentos e o plano de actividades para o exercício de 2022/2023.

Em reunião magna que decorreu no Pavilhão n.º 2 do Estádio da Luz, dos 749 sócios votantes, 534 (74,52%) aprovaram o documento, enquanto 156 (18,81%) votaram contra. 59 sócios (6,67%) abstiveram-se.

Numa assembleia à qual a comunicação social não teve acesso, nem foram permitidas tirar imagens, o presidente ‘encarnado’, Rui Costa, discursou na abertura, tendo se debruçado sobre vários temas, com destaque para a aposta na nova época de futebol, com a contratação do treinador alemão Roger Schmidt.

“Escolhemos um treinador que mudará certamente o paradigma do que pretendemos para o futuro”

“Com o objectivo de tornar a equipa cada vez mais competitiva, sendo certo que a formação ocupará sempre lugar especial na definição do plantel”, sublinhou Rui Costa.

Em relação ao orçamento apresentado, e agora aprovado, o líder das ‘águias’ disse ser um documento “que expressa equilíbrio e uma enorme vontade de vencer“.

“Um orçamento que traduz um forte aumento do investimento nas modalidades e futebol feminino, com o objectivo de reforçar o que de bom fizemos e melhorámos este ano, mas que ainda está longe daquilo que todos nós ambicionámos. A época não terminou, há ainda sete títulos em disputa e, com o apoio dos nossos sócios e adeptos, estou certo de que saberemos elevar o nome e tradição do Sport Lisboa e Benfica”, acrescentou.

Rui Costa afirma que novo treinador do Benfica “mudará certamente o paradigma”

O presidente do Benfica, Rui Costa, salientou hoje que o novo treinador da equipa principal de futebol, o alemão Roger Schmidt, vai mudar “certamente o paradigma”, no discurso de abertura da Assembleia Geral do clube.

“Não tivemos a nível interno a mesma excelência demonstrada no plano internacional, onde, passados seis anos, voltámos aos ‘quartos’ da Liga dos Campeões e os nossos jovens conquistaram pela primeira vez a UEFA Youth League”, começou por dizer Rui Costa, numa assembleia geral à qual a comunicação social não teve acesso, nem foram permitidas tirar imagens.

O líder dos ‘encarnados’ acrescentou saber que não iria ser um ano fácil, “foi um ano que ficou abaixo dos pergaminhos que o Benfica exige”, pelo que, refere, foi iniciada “já uma alteração na estrutura do futebol”.

“Escolhemos um treinador que mudará certamente o paradigma do que pretendemos para o futuro. Com o objetivo de tornar a equipa cada vez mais competitiva, sendo certo que a formação ocupará sempre lugar especial na definição do plantel”, sublinhou.

Rui Costa referiu-se ainda à política de abertura dos pavilhões aos sócios, como sendo uma medida acertada.

“Com o apoio dos nossos adeptos e sócios saberemos elevar o nome e tradição do Benfica. Agradeço o vosso apoio nos pavilhões nos últimos meses. Hoje, assistimos a uma dinâmica nos pavilhões que não víamos há algum tempo. Abrir o pavilhão aos associados provou ser uma medida acertada e com benefícios para todos. Motivo pelo qual será para manter na próxima época. Com mais adeptos nos pavilhões, as nossas equipas têm mais possibilidades de vencer. Nunca nos podemos desviar de uma verdade essencial: são os sócios a alma e a força deste clube. Este é um orçamento que procura ir de encontro às suas ambições”, destacou.

“É com orgulho que me apresento perante vós na minha primeira Assembleia Geral de aprovação do Orçamento como presidente eleito do Sport Lisboa e Benfica”

O Benfica realizou uma Assembleia Geral ordinária para deliberar sobre o orçamento ordinário de exploração, o orçamento de investimentos e o plano de actividades, elaborados pela direcção para o exercício de 2022/2023. A AG decorreu no Pavilhão n.º 2 do Estádio da Luz.

VR // VRa

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco via email para geral@lux24.lu.
Siga o LUX24 nas redes sociais. Use a #LUX24 nas suas publicações.
Faça download gratuito da nossa ‘app’ na Google Play ou na App Store.
Publicidade
Publicidade