God Save The Queen - single dos Sex Pistols

Todas as letras e canções surgem por algum motivo: Seja político, social, do foro pessoal ou outro. No caso do punk-rock, a maioria dos temas são, entre outros, a contestação político-social, desemprego, falta de perspectivas, anti-fascismo e anti-capitalismo, de modo geral.

“God Save The Queen”, dos ingleses Sex Pistols, hino punk-rock ‘world wide’, é um desses ‘petardos’, lançado pela geração desmotivada, desempregada e sem “no future” onde estava ‘mergulhado’ Johnny ‘Rotten’ e amigos. Londres estava, por essa altura (1977), em ebulição e o petardo prestes a rebentar (e de que forma).

Na verdade, o controverso vocalista dos Sex Pistols, John Lydon (também conhecido como Johnny ‘Rotten’), sempre demonstrou desprezo pela família real britânica assim como por outros assuntos como a educação segregada.

Um dia, John Lydon descreveu o contexto social inglês que levou à formação dos Sex Pistols: “A Inglaterra no início da década de 1970 era um lugar muito deprimente. Estava completamente degradada, havia lixo nas ruas, desemprego total, praticamente todos estavam em greve… Todos foram criados num sistema de educação que deixava bem claro que se você veio dos subúrbios, você não tinha mais a menor esperança e nenhuma perspectiva de emprego. Foi daí que surgiu a minha pessoa pretensiosa e os Sex Pistols e,  depois de nós, uma série de imitadores imbecis“.

A morte da Rainha Isabel II, a ‘musa inspiradora‘ de ‘God Save The Queen’, tema incluído no único disco de originais dos Sex Pistols – “Never Mind the Bollocks, Here’s the Sex Pistols” -, mereceu reacções por parte dos seus ‘infames inimigos’ nas redes sociais.

O vocalista John Lydon (66 anos) partilhou a imagem que serviu de inspiração à capa do single anti-monarquia ‘God Save the Queen‘, editado em 1977, com a mensagem “Descanse em paz. Envie-a vitoriosa“.

Já o guitarrista Steve Jones (67 anos) partilhou igualmente a mesma imagem, com outro design, mas com uma questão: “Como se sentem?”.

O baixista Glen Matlock (66 anos) deixou uma ‘alfinetada’ ao novo rei de Inglaterra, Carlos III, com um dos versos de ‘God Save the Queen’: “hope he’s not a silly old thing (‘espero que ele não seja uma velha coisa boba‘, tradução livre).

Curiosamente (ou talvez não) as páginas oficiais dos Sex Pistols nas redes sociais não têm, até ao momento, qualquer menção ao óbito da Rainha Isabel II.

Paul Cook (baterista da banda) mantém-se fora das redes sociais, pelo menos de forma oficial.

ND // ND

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco via email para geral@lux24.lu.
Siga o LUX24 nas redes sociais. Use a #LUX24 nas suas publicações.
Faça download gratuito da nossa ‘app’ na Google Play ou na App Store.
Publicidade
Publicidade