O poeta e tradutor Pedro Tamen - FOTO © PAULO NOVAIS / LUSA

O poeta Pedro Tamen, de 86 anos, morreu quinta-feira (29) em Setúbal, onde estava hospitalizado, disse à agência Lusa fonte próxima da família.

Tamen, que também foi tradutor, estreou-se, em 1956, com a obra “Poema para Todos os Dias”, tendo publicado cerca de oito títulos de poesia, entre eles “O Livro do Sapateiro”, que lhe valeu o Grande Prémio de Poesia da Associação Portuguesa de Escritores, em 2010, e o Prémio Casino da Póvoa/Correntes d’Escritas, em 2011.

Pedro Tamen escreveu também teatro e traduziu autores como Gabriel Garcia Marquez, Reinaldo Arenas, Marcel Proust e Gustave Flaubert.

As cerimónias fúnebres estão marcadas para sábado numa capela em Palmela, segundo a agência Lusa, seguindo o corpo para um crematório da Quinta do Conde.

ND com Lusa

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade