André Neves e David Veiga / © Magestick Records

Tudo começou em 2013, no Luxemburgo, quando dois amigos da universidade, os lusodescendentes André Neves e David Veiga, colocaram um vídeo na rede social YouTube. Hoje, sete anos depois, a produtora luxemburguesa Magestick Records produz beats ‘Made in Luxembourg’ para o mundo inteiro e é um verdadeiro caso de sucesso.

“Naquela altura (2013) produzíamos beats e queríamos ver se as pessoas lá fora iam gostar do que estávamos a fazer. Felizmente tivemos um bom ‘feedback’ e a partir daí pensamos em vender licenças dos nossos beats. Em 2018 abrimos a nossa própria empresa aqui no Luxemburgo (Magestick SARL-S)”, contou, ao LUX24, André Neves, ou melhor, ‘Sevn’ como é conhecido no mundo da música.

A dupla de produtores é mais activa nos Estados Unidos, onde centenas de artistas musicais compram as suas produções, casos de alguns nomes bem conhecidos do rap, casos de Quando Rondo, Lil Durk ou NLE Choppa.

David Veiga e André Neves / © Magestick Records

A dupla André e David produziu igualmente o primeiro single do ‘influencer’ do Tik-Tok Ondreaz Lopez, “No Baila”.

Na vizinha Alemanha, a Magestick Records trabalha com alguns dos artistas mais bem-sucedidos do momento, casos de Capital Bra, Azet, Samra ou Vega, tendo produzido vários singles e álbuns que subiram aos top-chart alemães. Em Portugal, já trabalharam com Regula, entre outros.

“Se tivesse que destacar os principais projectos diria as duas músicas nos Estados Unidos (Lil Durk – High Tolerance, NLE Choppa – Untold) porque nos deram mais visibilidade no mundo da música. Mas há outros destaques, como as músicas do Azet – Fast Life 2, que na Alemanha já leva mais de 11 milhões de streams no Spotify em apenas dois meses, do Capital Bra – Berlin Lebt Immer Noch (Capital Bra é o artista com mais streams na história do streaming na Alemanha) e a música do Ondreaz Lopez – No Baila (Estados Unidos também) por ser a primeira música que fizemos num estilo diferente (Reggaeton)”, refere André Neves.

Para este sucesso além-fronteiras muito contribuiu o trabalho divulgado pela dupla luso-luxemburguesa no YouTube, cujo seu canal tem mais de 240.000 subscritores.

“É um número que nos deixa orgulhosos porque desde o primeiro dia que começamos, sempre sonhamos em grande. Depois, é um número que significa que somos o canal YouTube com mais subscritores aqui no Luxemburgo e, para um canal de música, isso é um feito fantástico”, sublinha, ao LUX24, David Veiga, ex-futebolista que deixou a bola para abraçar outra paixão: a música.

André Neves e David Veiga / © Magestick Records

Proveniente de uma família onde o futebol corre nas veias, David Veiga admite que “foi uma grande mudança”.

“É verdade que a música estava a dar-me mais prazer do que o futebol. Deixei o futebol num momento em que decidi investir 100% do meu tempo na música. Aliás, eu e o André deixámos os nossos trabalhos naquela altura para nos dedicarmos a 100% à música e para abrir a empresa”, conta David Veiga.

Em plena pandemia Covid-19, a produtora deu um passo de gigante ao assinar contrato, no passado mês de Julho, com a Sony/ATV Music (SONY ATV Music Publishing Germany).

“Assinar um contrato com a SONY/ATV foi algo que já estava a ser discutido desde o final do ano passado. As duas músicas que saíram nos Estados Unidos fez com que algumas grandes editoras da Europa estivessem interessadas em nós. Como também participámos em muitas músicas na Alemanha durante este ano isso foi determinante para assinar com a Sony/ATV Music Publishing em Berlim”, explicou André Neves.

A ‘brincadeira’, que começou em 2013 no YouTube, alcançou afinal o sucesso, resultado de muito trabalho e dedicação. Os frutos colhem-se agora, com o reconhecimento ‘world wide’.

“Foi uma aposta claramente ganha porque hoje podemos viver da música, temos uma empresa que funciona bem até em tempos de pandemia”, diz André.

“As experiências que vivemos ao longo destes anos todos com as viagens aos Estados Unidos, Alemanha, França, Bósnia, Croácia, Holanda, Portugal, etc., são inesquecíveis e sobretudo são experiências que nunca iriámos viver se tivéssemos continuado num trabalho normal”, frisa David.

“Portanto, estamos felizes de ter escolhido este caminho e continuamos motivados como no primeiro dia”, remata André.

David Veiga e André Neves / © Magestick Records
Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade