A comédia dramática ‘O Grande Kilapy’, de Zézé Gamboa, é hoje exibido, pelas 21:00, na Cinémathèque, no Luxemburgo, no âmbito do 12° Festival de Cinema Português.

O filme, de 2012, conta a história de Joãozinho, uma jovem mestiço oriundo de uma família rica e que só quer diversão, companhias femininas e algumas tramóias.

João é um jovem angolano que estuda engenharia em Portugal. Quando ele ajuda o amigo Raul a fugir do recrutamento militar, acaba sendo incriminado e precisa voltar a Angola. Na terra natal, o pai o ajuda a encontrar trabalho e ele vai parar no Banco Nacional de Angola.

São os roubos no próprio banco que o levam para a prisão, onde é recebido como um herói.

Através deste personagem fictício e da sua história de humor que desenrola a história da luta pela independência de Angola e o fim do colonialismo.

O filme é protagonizado por Lázaro Ramos, Pedro Hossi, João Lagarto, Patrícia Bull e São José Correia.

A palavra “kilapy” que dá título ao filme vem da língua Kimbundu e significa “golpe” ou “tramóia”.

ND // ND

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade